Equipe de imunização vai até escola aplicar vacina em meninos e meninas contra o HPV

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde esteve na Escola Estadual Manoel Batista, localizada no bairro São José, em Pará de Minas, na tarde desta sexta-feira, 11 de agosto.


Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter


Os profissionais levaram doses da vacina contra o Papilomavírus humano (HPV). Trata-se de uma Doença Sexualmente Transmissível (DST) em que as pessoas não desenvolvem nenhum sintoma.


Por isso é importante à imunização da população. Recentemente o Ministério da Saúde liberou lotes da vacina para meninos e meninas. O vírus pode ser transmitido para outras pessoas pelo contato sexual.


Os sintomas podem incluir verrugas nos órgãos genitais ou na pele circundante. Não há cura para o vírus e as verrugas podem desaparecer por conta própria devido ao tratamento.


No caso das mulheres a verruga não tratada pode evoluir para um câncer do colo do útero. Já os homens podem ser acometidos pelo câncer de pênis, boca, ânus e faringe. Por isso é importante à prevenção através da vacina.


De acordo com Érica Regina da Silva, coordenadora do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, a cobertura vacinal contra o HPV não foi atingida ainda e por isso os esforços estão sendo intensificados com visitas às escolas:


Érica Regina da Silva
vacinacaoericaregina1

Ela informa que as crianças que ainda não tomaram a dose da vacina contra o HPV poderão ser levadas aos Postos de Saúde ou à Policlínica Nossa Senhora da Piedade. Os pais e responsáveis devem ficar atentos ao cartão de vacina:


Érica Regina da Silva
vacinacaoericaregina2

Josimara Flores, vice-diretora do turno vespertino na Escola Estadual Manoel Batista, destacou a importância de imunizar as crianças para evitar que problemas futuros aconteçam por causa do vírus HPV:


Josimara Flores
vacinajosimaraflores


O Sistema Único de Saúde (SUS) implantou a vacinação gratuita contra o HPV em meninas de 9 a 14 anos. A faixa etária foi escolhida por apresentar maior benefício pela grande produção de anticorpos e estar menos exposta ao vírus por meio de relações sexuais. O esquema vacinal também contempla meninos de 11 a 14 anos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!