Turi alega falta de dinheiro para reajustar salário de trabalhadores e negociações ficam pra julho

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A novela que tem como enredo o reajuste salarial dos motoristas e cobradores da Turi parece não ter fim. Desde o início do ano o Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Rodoviário de Pará de Minas vem negociando melhorias salariais e de benefícios para os trabalhadores, mas até agora nada.

Na semana passada foi realizada mais uma reunião entre a gerência da Turi em Pará de Minas e o Sindicato, mas novamente a concessionária responsável pelo transporte público no município disse não ter condições de se comprometer com melhorias salariais.

Ao Portal GRNEWS o presidente Francisco Ferreira Borges disse que a desculpa desde o ano passado é a pandemia, porém o aumento não ocorre há dois anos:


Francisco Ferreira Borges

franciscofbnegturi1

Francisco Ferreira Borges citou ainda o temor dos trabalhadores em contrair o novo coronavírus e apoia a imunização dos motoristas e cobradores o quanto antes:

Francisco Ferreira Borges
franciscofbnegturi2

Acrescenta que é preciso medidas urgentes para ajudar a população e os trabalhadores. Além da Turi valorizar os funcionários, ele também cobra ações da Prefeitura:

Francisco Ferreira Borges
franciscofbnegturi3

Uma nova reunião entre Sindicato e Turi foi marcada para julho com objetivo de definir o reajuste dos trabalhadores.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!