Chuvas ajudam recuperar reservatórios de captação de água do córrego dos Paivas e do ribeirão Paciência

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

chuva
Mais uma vez o período de estiagem castigou a região de Pará de Minas em 2016. A população não quer nem mesmo se lembrar da falta d’água enfrentada nos últimos anos, bem como o sistema de racionamento.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A situação piorou nos anos de 2013 e 2014, quando o abastecimento ficou comprometido porque os pontos de captação do ribeirão Paciência e do córrego dos Paivas praticamente secaram. A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estava com o contrato vencido.

A empresa estatal ficou no município durante 35 anos e não fez os devidos investimentos na preservação de nascentes. O sistema de captação foi mantido, mas a demanda aumento devido ao crescimento da cidade.

Há aproximadamente um ano e sete meses a Concessionária Águas de Pará de Minas assumiu o serviço que estava precário e providenciou em tempo recorde a construção de uma rede adutora até o rio Paraopeba, na região do distrito de Córrego do Barro.

Nos últimos dias o abastecimento da cidade vinha sendo feito pela água transportada pela rede. O córrego dos Paivas e o ribeirão Paciência estavam com uma vazão baixíssima e sem condições de atender a população.

As últimas chuvas que caíram em Pará de Minas ajudaram um pouco na recuperação dos mananciais. Porém, o volume de água ainda está longo do ideal e por isso é importante fazer o uso criterioso do recurso hídrico.

Thiago Santana, gerente de Operações da concessionária, afirma que em mais de um ano não tinha visto volume de chuva suficiente para recuperar os lençóis freáticos e consequentemente os cursos d’água da região:

Thiago Santana
thiagstn_rev1

Ele voltou a frisar a importância do uso consciente da água nas residências e empresas. Apesar de não haver racionamento, os consumidores podem ajudar por economizar o recurso natural essencial para a vida:

Thiago Santana
thiagstn_rev2

Vale lembrar que a água é mantida pelo seu ciclo. Porém, é preciso que as nascentes sejam mapeadas e devidamente preservadas para que nunca ocorra escassez de recurso hídrico, assim vem acontecendo.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!