Confirmada primeira morte por Dengue em Pará de Minas; outro caso suspeito está sendo investigado

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Novo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostrou que Minas Gerais registrou em 2019, 481.294 casos prováveis de Dengue e que 144 pessoas em 45 municípios morreram por causa da doença. Outros 110 óbitos são investigados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed).

Quanto à Febre Chikungunya, Minas registrou 2.748 notificações, e outros 758 casos prováveis de Zika vírus.

Quanto a Pará de Minas os números continuam altos. São 2.721 notificações de suspeita de Dengue, 12 de Febre Chikungunya e outros seis casos prováveis de Zika.

No boletim uma informação que assustou muita gente. Foi confirmada pela Funed a morte de uma pessoa com Dengue em Pará de Minas. Porém o caso aconteceu em maio, mas a comunicação oficial só chegou agora, como explica a enfermeira Referência Técnica da Vigilância Epidemiológica Maria de Lourdes Liguori:


Maria de Lourdes Liguori
mariadelourdesconfirmadeng1

Abril e maio foram os meses com maior número de casos suspeitos de Dengue em Pará de Minas, além de quatro pessoas que morreram e podem ter contraído a doença.

Um óbito foi notificado em abril, já foi descartada Dengue mas ainda não está confirmado o motivo da morte. Já outros três casos foram registrados em maio. Dois eram residentes em Pará de Minas e um caso foi descartado e outro confirmado. Já a outra notificação, a vítima residia em outra cidade mas ficou internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição e faleceu de Dengue. A Dengue foi à causa da morte de um idoso morador do bairro JK:

Maria de Lourdes Liguori
mariadelourdesconfirmadeng2

Além de Pará de Minas, a microrregião de Saúde com sede em Divinópolis registrou novas mortes. Em Divinópolis já são três mortos por causa da doença; em São Gonçalo do Pará estão confirmados dois óbitos e Nova Serrana e Pitangui, uma morte em cada município.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!