Presidente afirma que ações da Ascipam amenizaram queda nas vendas de fim de ano

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

loja_natal_presente_venda_comercio1
Com o enfraquecimento da economia do país os diversos setores produtivos e de prestação de serviços registraram grandes baixas durante todo o ano de 2015. No caso do comércio a situação não foi diferente.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Mesmo com as promoções desenvolvidas durante as datas comemorativas por parte da Associação Empresarial de Pará de Minas (Ascipam) as vendas tiveram uma desaceleração devido à perda do poder de compra do consumidor.

O pagamento do 13º salário por parte de empresas e de órgãos públicos também ajudaram a amenizar os efeitos da crise. Mesmo assim muitas famílias optaram por produtos mais baratos.

O corte de gastos tem sido a palavra de ordem para milhares de brasileiros. Em Pará de Minas o comércio foi bem movimentado apesar das expectativas ruins dos especialistas no mercado financeiro.

carlos_henrique _de_souza1
Esta é a avaliação de Carlos Henrique de Souza, presidente da Ascipam. Ele informa que os negócios sofreram uma queda aproximada de 12%, índice menor que prognóstico feito por empresários do setor.

Ele ressalta que ficou bastante surpreso com os números. Carlos Henrique de Souza afirmou que a queda não foi muito expressiva e alguns seguimentos conseguiram até mesmo a manutenção no volume de vendas:

Carlos Henrique de Souza
avnfmchsz1

O líder empresarial destaca os bons resultados obtidos com a iluminação natalina nos centros comerciais e principalmente na praça Torquato de Almeida, com a Casinha do Papai Noel, e da promoção Super Prêmios que sorteou vale-compras com valor superior a R$ 50 mil:

Carlos Henrique de Souza
avnfmchsz2

Carlos Henrique de Souza também tem afirmado através de constatações que Pará de Minas se tornou um pólo regional de compras, atraindo consumidores de diversos municípios da região. Esse fator também contribuiu para que a queda nas vendas não tenha sido tão expressiva, como era esperado pelos comerciantes.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!