TURI não assina termo aditivo da prefeitura e valor da passagem não sobe até segunda ordem

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A Prefeitura de Pará de Minas, por meio da Procuradoria Geral do Município, anunciou oficialmente no dia 21 de março o reajuste no valor das passagens dos ônibus que fazem o transporte coletivo urbano. A tarifa passaria dos atuais R$3,00 para R$3,20.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Inicialmente foi divulgado que a passagem seria mais cara a partir de 27 de março, porém, a assessoria de Comunicação da prefeitura informou posteriormente que o aumento passaria a valer a partir deste domingo, 9 de abril, segundo determinação do prefeito Elias Diniz (PSD).

Prefeitura também explicou que o aumento de 20 centavos na passagem foi menor que os 57 centavos solicitados pela empresa TURI, responsável pelo transporte de passageiros. A empresa justificou que nos últimos dois anos nenhum reajuste havia sido concedido e a tarifa precisava ser corrigida.

A falta de acordo entre a concessionária e o poder público municipal nos anos anteriores se transformou em uma ação na Justiça.

Apesar de não ter concedido o porcentual solicitado pela TURI, a prefeitura vem recebendo criticas dos usuários que não concordam com o aumento. Reclamam da qualidade do serviço prestado pela empresa, da crise econômica e  do desemprego.

Mas, o impasse continua e a passagem de lotação permanecerá no valor atual de R$3,00 até segunda ordem. A informação é de Júlio César de Oliveira, procurador Geral do Município. Ele explica que foi exigida a assinatura de um termo aditivo, o que ainda não foi feito por parte da empresa de transporte coletivo:


Júlio César de Oliveira
apassagemjuliocesardeoliveira1

A TURI alega que este procedimento jurídico não vinha sendo feito durante os anos de vigência do contrato com o município. Entretanto, a Procuradoria Geral do Município não abre mão da assinatura do documento:

Júlio César de Oliveira
apassagemjuliocesardeoliveira2

O procurador revela que a empresa vem demonstrando má vontade em assinar o termo aditivo porque não concorda com o reajuste da tarifa para R$3,20. Ele garante que esse será o aumento máximo a ser concedido à concessionária:

Júlio César de Oliveira
apassagemjuliocesardeoliveira3

A reportagem do Portal GRNEWS procurou à concessionária e a gerência da TURI disse que não está autorizada a conceder entrevista. Porém, informou que há dois anos as passagens não são reajustadas, conforme previsto no contrato, e que o município não teria baixado o decreto oficializando o novo valor de R$3,20.

Enquanto a prefeitura e a empresa TURI não chegam a um consenso, os usuários do transporte coletivo em Pará de Minas continuarão pagando R$3,00 pela passagem.

Vale lembrar que o contrato entre as partes vencerá em setembro de 2017, quando será realizada nova licitação para a escolha da empresa que assumirá os serviços posteriormente.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!