Criança de Pará de Minas é transferida para o Hospital João XXIII em BH após contato com lagarta venenosa

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O fato ocorreu na tarde de domingo, 6 de janeiro, quando um menino de pouco mais de três anos de idade deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Pará de Minas após contato com uma lagarta da espécie Lonômia, popularmente conhecida como taturana.

Familiares da criança também levaram a lagarta dentro de um saco plástico para facilitar o diagnóstico.

A equipe da UPA, que fez o primeiro atendimento em Pará de Minas, fez contato com a equipe médica do o Hospital João XXIII em Belo Horizonte. Após relatar o caso, daquele hospital sugeriram a transferência da criança para a capital mineira.

A transferência foi realizada no final da tarde de domingo (6) com o apoio da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que levou a criança da UPA de Pará de Minas até o Hospital João XXIII em Belo Horizonte Não foram repassadas pela assessoria de comunicação do SAMU outras informações sobre o estado de saúde da criança de três anos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!