Moradores protestaram em Tavares após retirada de torneira em área pública. Concessionária explica

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

thiago_santana051016
Na segunda-feira (3) técnicos da Concessionária Águas de Pará de Minas retiraram a torneira de um poço artesiano existente em uma das ruas do distrito de Tavares de Minas. A ação revoltou alguns moradores que alegaram questão política.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Muitos disseram que a medida foi tomada após o resultado das eleições municipais de domingo (2). Porém, nesta quarta-feira (05) a concessionária de água e esgoto convocou a imprensa local para uma entrevista coletiva.

A empresa prestou alguns esclarecimentos em relação à retirada da torneira. De acordo com Thiago Santana, gerente de Operações, explica que o objetivo foi combater o desperdício de água na comunidade:

Thiago Santana
thiagosantana1

Ele disse que foram registradas várias denúncias de moradores de Tavares de Minas desperdiçando água por lavar carros, motos e até mesmo carroças. Essa prática abusiva estava comprometendo o abastecimento no distrito:

Thiago Santana
thiagosantana2

Sobre a suspeita de uma ação política, o gerente da Águas de Pará de Minas ressaltou que a empresa é muito séria e tem o compromisso de cumprir um contrato firmado durante um período de 35 anos:

Thiago Santana
thiagosantana3

Conforme o contrato assinado com o município, a Concessionária Águas de Pará de Minas é a responsável pelo sistema de água e esgoto nas comunidades rurais. Isso implicará em custos e por isso o serviço será cobrado assim como acontece no perímetro urbano.

Todas essas adequações constam no contrato de longa duração, o qual prevê direitos e deveres de ambas as partes. Além disso, o documento contempla os prazos e os cronogramas de investimentos a serem feitos pela concessionária.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!