Crise financeira faz Centro de Hemodiálise do HNSC cortar refeições de pacientes

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


No ano de 2002 foi inaugurado o Centro de Hemodiálise do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Pará de Minas. Um grande avanço para os pacientes da microrregião que precisam se submeter ao tratamento renal.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em 2004 foi denominado Centro de Tratamento Renal Cônego Gabriel Hugo da Costa Bittencourt. O setor sempre prestou um importante serviço de saúde e a expectativa é de que seja ampliado dentro em breve.

Até então eram servidas em média 900 refeições por mês para as pessoas que faziam a hemodiálise. O paciente precisa aguardar o prazo de quatro horas para que o equipamento realize a filtragem do sangue, um papel que deveria ser feito pelos rins.

Entretanto, a redação do Portal GRNEWS recebeu reclamações de pacientes sobre o corte das refeições que eram servidas aos pacientes em tratamento renal. Disseram também que não podem levar marmita, pois, não tem como aquecer a comida.

A reportagem apurou os fatos junto a coordenação do Centro de Hemodiálise e foi informada que antes o HNSC providenciava almoço, lanches e jantar para todos os nefropatas atendidos. Mas, devido às dificuldades financeiras enfrentadas, as refeições para esses pacientes não estão sendo mais servidas na instituição de saúde.

De acordo com o médico nefrologista Roberto Kenedy Gomes de Oliveira, o aumento dos custos tem sido constantes nos últimos anos e inevitavelmente a medida precisou ser tomada visando conter os gastos.

Outros cortes também vêm sendo implantados para que o funcionamento do centro seja mantido. O Ministério da Saúde não obriga o fornecimento das refeições para os pacientes da hemodiálise:

Roberto Kenedy Gomes de Oliveira
robertokenedy_centro1

O especialista deixa claro que os lanches continuarão sendo disponibilizados para todas as pessoas atendidas no Centro de Tratamento Renal. Os pacientes podem levar alimentos para serem consumidos fora do horário da sessão de hemodiálise:

Roberto Kenedy Gomes de Oliveira
robertokenedy_centro2

As refeições não podem ser consumidas durante o procedimento devido aos riscos de contaminação presentes no ambiente hospitalar. Atualmente são atendidos 78 pacientes da região que enfrentam problemas renais.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!