Exames toxicológicos para motoristas profissionais não serão exigidos em MG

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

estrada_florestal_lmg818ft2
Desde a quarta-feira (02) está em vigor a Resolução 517 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A norma exige que os condutores que precisem renovar ou tirar a primeira habilitação nas categorias C, D e E devem ser submetidos a um exame toxicológico.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O procedimentoé capaz de identificar substâncias como cocaína, crack, álcool e maconha, além dos rebites, drogas sintéticas utilizadas para diminuir a sensação de fadiga e aumentar a produtividade do condutor.

Os motoristas que usarem as drogas em um período de até três meses antes do teste podem testar positivo. O objetivo é combater o uso de entorpecentes e evitar acidentes de trânsito.

Mas, a resolução do Contran encontrou resistência na maior parte dos 27 Departamentos de Trânsito dos Estados (Detrans). Em Minas Gerais a exigência já caiu por terra por determinação do Detran/MG, após recomendação do Ministério Público de Minas Gerais.

De acordo com Francis Diniz Guerra, delegado de Trânsito da Delegacia Regional de Polícia Civil em Pará de Minas, a exigência do exame toxicológico vai onerar o condutor e não existe eficiência no procedimento proposto:
drfrancdnz_exm

Francis Diniz Guerra
drfrancdnz_exm1

Para ele. o ideal seria a realização de exames em blitz de trânsito, assim como são feitos com os etilômetros (bafômetros) para a comprovação do uso do álcool. Da forma como foi proposta a resolução não trará nenhum efeito positivo:

Francis Diniz Guerra
drfrancdnz_exm2

Vale ressaltar que não é de hoje essas normas sem sentido são publicadas e depois extintas pelo Contran. Os proprietários de veículos se lembram da troca obrigatória dos extintores de incêndio, o que nem mais é exigido. Outro absurdo foi à exigência de kit primeiro-socorros dentro dos automóveis, que também caiu por terra.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!