Construção civil: sindicalista não se mostra otimista quanto a melhora nas vagas de emprego em 2016

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

obra_construcao_art
Com a chegada do fim de ano as empresas e a entidades de classe começam a fazer os tradicionais balanços das atividades realizadas em 2015 e as perspectivas de trabalho para o próximo ano.

As crises política e econômica do Brasil em 2015 registraram números históricos de taxa de juros, alta do dólar, desemprego e inflação. Os indicadores não são dos melhores e as previsões continuam ruins.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Além disso, escândalos de corrupção envolvendo políticos e grandes empresários mostraram cifras milionárias sendo desviadas para contas no Brasil e em paraísos fiscais como a Suíça.

Sobre as expectativas em relação a 2016, a reportagem do Portal GRNEWS conversou com Joaquim Luiz de Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário de Pará de Minas.

O sindicalista não fez uma análise muito otimista para o próximo ano devido aos problemas que vem sendo enfrentados atualmente. Joaquim Luiz de Freitas afirma que a população está pagando a conta das obras da Copa do Mundo e da corrupção:

Joaquim Luiz de Freitas
joaqferr_perpcv1

joaqferr_perpcv
O presidente do Sindicato da Construção ressalta que os governantes deveriam adotar uma postura mais ética e correta para que o país voltasse a crescer e progredir, gerando benefícios para a sociedade:

Joaquim Luiz de Freitas
joaqferr_perpcv2

Joaquim Luiz de Freitas recomenda muita cautela neste momento de vacas magras. Segundo ele é preciso que os trabalhadores planejem os gastos e observem minuciosamente o orçamento familiar:

Joaquim Luiz de Freitas
joaqferr_perpcv3

O líder sindical revela que a construção civil vinha aquecida porque o Governo Federal estava investindo no setor. Mas, a situação mudou devido a roubalheira que muitos políticos em Brasília vem praticando e passando a conta para o povo:

Joaquim Luiz de Freitas
joaqferr_perpcv4

A construção civil sempre foi um dos ramos que mais gera emprego e renda no Brasil. Um dos programas habitacionais do Governo Federal que registrou muitos cortes de postos de trabalho e que aquece o mercado é o Minha Casa Minha Vida.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!