TAC ajudou a manter cidade limpa, mesmo assim santinhos foram espalhados pelas ruas de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

santinhos_nas_ruas021016
A campanha política em Pará de Minas foi tranquila e pode-se dizer o mesmo sobre o processo de votação encerrado às 17h deste domingo, 2 de outubro, data em que os paraminenses foram às urnas para eleger o novo prefeito e vereadores.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Todo o processo foi coordenado pela juíza Gabriela Andrade Alencar Ramos e pelo promotor de Justiça Charles Daniel França Salomão, representante do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas.

Nestas eleições municipais foram introduzidas diversas mudanças na legislação eleitoral, o que gerou muito receio entre todos os atores envolvidos no processo, especialmente entre os candidatos.

santinhos_nas_ruas021016b
Um exemplo disso foi refletido na Câmara Municipal de Pará de Minas, onde as reuniões foram curtíssimas e os vereadores se mantiveram praticamente calados durante todas as reuniões por medo de algum problema com a Justiça Eleitoral.

Para garantir a lisura do processo, a juíza, o promotor de Justiça, representantes de partidos, polícias Militar e Civil, e outras autoridades, se reuniram para definir rumos capazes de favorecer o processo.

Dentre as medidas acertadas entre os atores neste cenário eleitoral, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com os partidos e também com anuência da empresa que cuida da limpeza urbana em Pará de Minas.

santinhos_nas_ruas021016a
O objetivo era manter a cidade limpa neste domingo (2) e coibir a prática da chamada boca de urna. Pelo visto o objetivo de reduzir a sujeira pelas ruas foi alcançado, pois foram visualizados poucos santinhos nas vias públicas.

Diferentemente dessa realidade a cidade de Botelhos, no Sul de Minas, viveu uma situação inusitada nessas eleições. A chefe do cartório eleitoral da cidade ligou para os candidatos sujões e mandou que todos limpassem as ruas.

santinhos_nas_ruas021016c
A advertência surtiu efeito: antes do início da votação já não havia nenhum rastro de propaganda política. A faxina começou depois que foi feita uma denúncia de um candidato.

Ele repassou as informações de um eleitor incomodado com a sujeira. O problema foi registrado em dois distritos do município e Botelhos. São eles: Palmeiral e São Gonçalo.

Veja mais:

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!