Especialista orienta e dá dicas sobre inventário e partilha de bens

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Em meio à pandemia do novo coronavírus, com milhares de mortes diárias em todo o mundo, muitas famílias tem passado um problema quando um parente morre. Além de não conseguir se despedir do entre querido de maneira digna, sobram problemas após o velório. Um deles é quando a pessoa falecida tinha bens e não deixou nenhum inventário ou testamento. Isso pode se tornar uma verdadeira dor de cabeça, especialmente se a família começar a brigar por causa dos bens.


O Papo com Geraldo Rodrigues – PGR – programa exibido de segunda a sexta-feira, de 13 às 15 horas, canal grnewsnoticias no Youtube, recebeu a advogada Janine Batista Lemos. A especialista em Direito de Família falou sobre partilha de bens e inventário, detalhando as situações que muitos tem vivido neste momento.

Em meio a uma pandemia, ninguém imagina que vá contrair o vírus e morrer. Por isso, a maioria sequer pensou em fazer um inventário ou até mesmo um testamento:

Janine Batista Lemos
janineblinvenpart1


No caso do inventário para partilha de bens, é possível fazer diretamente num cartório, o que torna todo o procedimento menos burocrático:

Janine Batista Lemos
janineblinvenpart2

Há ainda a possibilidade do inventário judicial, que é aquele acompanhado por um juiz. Mas segundo Janine Batista Lemos, é preciso ficar atento aos requisitos de cada um:

Janine Batista Lemos
janineblinvenpart3

Durante sua participação no PGR, a advogada explicou outras situações sobre inventário e partilha de bens. Assista na íntegra ao programa e tire todas as dúvidas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!