Vereador questiona construção de muro de arrimo na Vila Raquel e diz que gasto é desnecessário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

No dia 22 de fevereiro a Prefeitura de Pará de Minas homologou o processo licitatório 13/2018, aberto para escolher a empresa que ficaria responsável pela construção de um muro de arrimo na Rua Itapecerica, Vila Raquel, em Pará de Minas.


Após apresentação de documentos e tabelas de preços, a RPG Construtora venceu por oferecer menor valor para executar a obra, R$ 59.405,59.


Consta no edital que a obra se justifica pela rua oferecer sérios riscos de desmoronamento que pode destruir até casas próximas. O Conselho Municipal de Defesa Civil fez um relatório e classificou a situação da rua como grave, o que alertou o setor de engenharia da Prefeitura. O muro de arrimo foi sugerido para conter a terra e garantir o bem-estar e segurança dos moradores.


Os trabalhos no local tiveram início em abril e estão em fase final. A obra tem recebido elogios de muita gente, já outros não concordam com este serviço. É o caso do vereador Antônio Carlos dos Santos (PTB). Para ele o gasto é desnecessário:


Antônio Carlos dos Santos
antoniocarlosmuroarrimo1


A obra está quase pronta e o vereador se mostra preocupado se o muro foi construído para beneficiar alguém em específico. Solicitou ainda a abertura da rua, pois segundo ele será usada como atalho para quem mora e passa sempre por ali:

Antônio Carlos dos Santos
antoniocarlosmuroarrimo2


A reportagem do Portal GRNEWS solicitou à Prefeitura de Pará de Minas um posicionamento a extensão da rua como foi sugerido pelo vereador Antônio Carlos dos Santos. Porém, a assessoria de comunicação não se pronunciou até esta publicação.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!