Juros do cartão de crédito e cheque especial atingem índices assustadores

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

juros_bancos_cartao_financeiro
O Banco Central do Brasil divulgou no dia 27 de julho às taxas de operação de crédito do mês de junho. Assim como vem acontecendo há vários meses, as taxas de juros do cheque especial chegaram à taxa média de 315,71% ao ano (12,61% ao mês).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Há pouco mais de três anos a taxa era de 136,47% ao ano (7,44% ao mês). Um reajuste totalmente fora da realidade para os usuários do crédito especial e que compromete a renda de grande parte dos brasileiros.

Já a taxa do rotativo do cartão de crédito apresentou ligeira baixa, passando de 471,53% em maio para 470,87% ao ano (ou 15,62% ao mês). Mesmo assim, essas são as taxas mais caras do mundo.

Se o titular não tiver como pagar o valor integral da fatura do cartão, vale a pena tomar dinheiro emprestado para quitá-lo completamente até a data do vencimento. Os juros pagos serão certamente menores para o mesmo prazo de empréstimo.

De acordo com o economista Eduardo de Almeida Leite, os dois instrumentos de crédito são os que mais possuem riscos para os bancos. Entre eles está o não pagamento por parte dos clientes inadimplentes:

Eduardo de Almeida Leite
edleit_jurs1

edleit_crfn
O especialista explica que a taxa básica de juros (Selic) está alta e a inadimplência está crescendo devido a atual crise econômica. Esses dois indicadores provocam a elevação dos juros cobrados pelo crédito:

Eduardo de Almeida Leite
edleit_jurs2

Ele ressalta que o cheque especial e o cartão de crédito não foram criados como meios de financiamentos. Por isso que muitos brasileiros estão se endividando assustadoramente e tendo muitos dissabores:

Eduardo de Almeida Leite
edleit_jurs3

Com as taxas chegando a patamares jamais vistos, os endividados devem fugir das modalidades de crédito com taxas de juros mais altas e recorrer a outros tipos de empréstimos nas instituições financeiras.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!