Número reduzido de denúncias dificulta o serviço de investigação da Polícia Civil em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Em apenas uma semana o município de Pará de Minas registrou uma tentativa e quatro homicídios consumados. Os crimes foram cometidos por indivíduos armados com revólveres e faca e resultaram na morte de quatro pessoas. A sensação é de insegurança em Pará de Minas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Foram duas execuções com tiros a queima roupa e um assalto a mão armada que resultou na morte de dois jovens que reagiram e foram esfaqueados. Todos os casos são investigados pela Polícia Civil.

As equipes estão em busca de informações de suspeitos, veículos usados nos crimes, entre outros detalhes. São várias frentes de investigação que visam elucidar os fatos e identificar e prender os responsáveis.

A população paraminense pode contribuir com dados que auxiliam o processo investigativo. As denúncias podem ser feitas anonimamente através dos telefones 190, 197 e 181 – Disque Denúncia Unificado (DDU).

Há pouco tempo trabalhando em Pará de Minas o delegado regional da Polícia Civil, Thiago Saraiva, constata o  número reduzido de denúncias por parte da sociedade. Muitos não prestam informações por medo de represálias.

Entretanto, ele ressalta que as denúncias são anônimas e o sigilo é garantido. Explica que o sistema não permite a identificação do denunciante e nenhum agente perguntará dados pessoais durante a ligação:

Thiago Saraiva
thiagosaraiva_dnc1


Destaca que o mais importante para a Polícia Civil é o teor das denúncias. Elas podem ser feitas com total segurança e as informações auxiliam nas investigações. Trata-se de grande contribuição para a segurança pública:

Thiago Saraiva
thiagosaraiva_dnc2

Os denunciantes que utilizam o telefone 181 recebem o número de protocolo e podem acompanhar o andamento dos trabalhos. Os cidadãos não devem aplicar trotes, pois configuram crime e são passivos de punição.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE