Operação tapa-buracos continua na cidade e vice-prefeito pede que pará-minenses tenham paciência

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

rua_buraco_asfalto_obra
A cada início de ano, quando chove, é sempre a mesma coisa. Os buracos nas ruas aparecem com grande frequência. O asfalto antigo em vários bairros de Pará de Minas, aliado a umidade ocasionada pelas chuvas, fazem surgir verdadeiras crateras em inúmeras ruas, principalmente as mais movimentadas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

É nessa hora que surge a operação tapa buracos. De acordo com o vice-prefeito e secretário Municipal de Obras e Infraestrutura, Geraldo Magela de Almeida, no início de 2016 a situação foi mais complicada, devido ao desmoronamento de um barranco na empresa que fornece o concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ), popular asfalto, para o município de Pará de Minas.

Ele afirma que esta situação impediu a produção do material e isso atrasou o início dos trabalhos que também não pode ser realizado nos dias de chuva. Por isso, em alguns pontos as equipes colocaram pó de minério para amenizar os problemas causados pelos buracos:

Geraldo Magela de Almeida
germag_tpbr1

germag_tpbr
Um dos principais problemas detectado na operação tapa-buracos é o desgaste do asfalto antigo nas ruas de Pará de Mina. A falta de qualidade também contribui para que após qualquer chuva que caia, novamente seja preciso recuperar alguns trechos:

Geraldo Magela de Almeida
germag_tpbr2

A avenida Professor Melo Cansado é uma das que mais causam transtornos aos condutores de veículos devido a quantidade de buracos. Em vários trechos não existe nem a possibilidade de tapá-los, pois a obra já foi realizada diversas vezes. A prefeitura tenta conseguir verba de aproximadamente R$ 3 milhões, junto ao Governo Federal, para refazer o asfalto em toda pavimentação:

Geraldo Magela de Almeida
germag_tpbr3

buraco_rua
O vice-prefeito diz ainda que a operação tapa-buracos da maneira que vem sendo realizada não é a correta. Atualmente a empresa responsável apenas coloca a massa asfáltica nos trechos prejudicados. Geraldo Magela de Almeida explica que quando surge alguma cratera, o trecho deveria ser refeito para evitar que se quebre novamente:

Geraldo Magela de Almeida
germag_tpbr4

O vice-prefeito Geraldo Magela de Almeida pede para que as pessoas façam reclamações sobre buracos nas ruas, mas também devem ter paciência, até que o problema seja resolvido. Existem trechos que demandam mais agilidade devido ao trânsito intenso de veículos.

O telefone de contato da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura é o (37) 3231-7766. O órgão funciona na Rua José Assunção, 105, bairro São Pedro.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!