Morte de cão colocado vivo dentro de saco revela que maus tratos são comuns e subnotificados em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A população paraminense ficou chocada na tarde de terça-feira (29) ao tomar conhecimento que um cão vivo e gravemente ferido foi jogado em uma mata amarrado dentro de um saco. O animal apresentava sinais de maus tratos e foi jogado em uma vala próxima ao bairro Santos Dumont. Uma equipe do Pelotão do Corpo de Bombeiros de Pará de Minas foi até o local e conseguiu resgatar o cachorro ainda com vida e encaminhá-lo aos veterinários da Organização Não Governamental (ONG) SOS Bichinho.

Quem recebeu o animal e prestou os primeiros socorros foi a médica-veterinária Yara Lacerda Sarmento. De acordo com ela assim que o cão chegou na viatura do Corpo de Bombeiros e foi imobilizado, pois estava bastante agressivo, devido ao nível de estresse e dores causados pela gravidade dos ferimentos.

Foram coletadas amostras de sangue do animal para exames e um dos resultados deu positivo para Leishmaniose. Em seguida quem passou a cuidar do cachorro foi o médico-veterinário Idael Christiano de Almeida Santa Rosa. Apesar dos cuidados o cão não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com a veterinária Yara Lacerda Sarmento, que acompanhou todo o processo, casos de maus tratos a animais são mais comuns do que aparentam. Infelizmente há uma dificuldade em registrar ocorrências relacionadas a esse tema:

Yara Lacerda Sarmento
yara_lacerda_cachorro1


O animal chegou a sede da ONG SOS Bichinho desidratado e em estado grave. A veterinária afirma que assim que o cachorro chegou ao consultório, ele foi medicado, mas morreu em pouco tempo devido a condição em que estava:

Yara Lacerda Sarmento
yara_lacerda_cachorro2

Yara Lacerda Sarmento alerta para que as pessoas denunciem sempre esse tipo de caso e pede auxílio também aos órgãos de segurança pública que registrem mais ocorrências equivalentes. Segundo ela muitos cães e gatos chegam a instituição com sintomas de maus tratos e os casos não são notificados:

Yara Lacerda Sarmento
yara_lacerda_cachorro3

Casos como o do animal abandonado no bairro Santos Dumont tem gerado revolta na comunidade e entidades de proteção aos animais. O caso mais conhecido foi de um cão que foi agredido e espancado até a morte por um segurança de um supermercado em Osasco/SP que ganhou repercussão nacional.

Denúncias desse tipo maus tratos aos animais podem ser feitas para a Polícia Militar de Meio Ambiente e pelo 181 – Disque Denúncia Unificado (DDU).

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!