Balada no Cine Café acaba nesta quinta e município só receberá o prédio após auditoria do Conselho do Patrimônio Cultural

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Conforme o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado junto aos representantes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas, a concessão expira nesta quinta-feira, 31 de janeiro de 2019.

Teoricamente a partir desta ata o prédio seria devolvido para o município e ficaria sob responsabilidade Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação Institucional. Porém, a prefeitura não vai assumir o prédio imediatamente.

De acordo com o secretário municipal de Cultura e Comunicação Institucional, Paulo Duarte, o município só receberá de volta o prédio da Estação do Pará Cine Café após uma auditoria a ser feita pelos membros do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Pará de Minas, que poderá ou não detectar problemas existente na estrutura do prédio que é tombado:


Paulo Duarte
pauloduartecinecafequinta1

O secretário cita ainda que existem alguns equipamentos dentro do prédio que são de responsabilidade da pessoa que detém a concessão, como uma máquina cinematográfica financiada com custo alto e que o município não vai assumir essa conta. Até porque ele é atrelado à distribuidora dos filmes exibidos na sala de cinema.

Ele espera que até a semana que vem essas questões sejam resolvidas. Até porque a Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação Institucional já tem projetos para executar no local a partir da segunda semana de fevereiro. Paulo Duarte diz que o Cine Café não ficará fechado. O que vai acabar é a balada no local:

Paulo Duarte
pauloduartecinecafequinta2

Diz ainda que o prédio da Estação do Pará Cine Café não tem estrutura para suportar as constantes baladas que vinham acontecendo naquele espaço. Lembra que o barulho provocado pelos eventos no local gerou ações por perturbação do sossego junto ao Ministério Público. Salienta que um projeto para dotar o prédio de uma acústica que impeça a propagação externa de ruídos custaria até R$ 300 mil, valor inviável para um bar:

Paulo Duarte
pauloduartecinecafequinta3

Entre os projetos previstos para serem executados no espaço da Estação do Pará Cine Café está a criação de uma galeria para expor trabalhos de artistas paraminenses, como aqueles produzidos na Escola Municipal de Artes e Ofícios Raimundo Nogueira de Faria (Sica):

Paulo Duarte
pauloduartecinecafequinta4

Outra proposta que está em estudo é o credenciamento de quem queira explorar a sala de cinema do Cine Café. Paulo Duarte lembra que um novo cinema seria inaugurado em Pará de Minas em julho deste ano. Mas os responsáveis pelo empreendimento já adiaram essa inauguração para dezembro de 2019.

Sobre a Estação do Pará Cine Café
O prédio da Estação do Pará Cine Café é tombado pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural de Pará de Minas. A antiga estação ferroviária dó município foi construída em 1913 por Amadeo Celso Grassi, após a inauguração no ano anterior do Ramal do Pará.

A obra sólida foi considerada uma das melhores de todo o Oeste de Minas Gerais. O prédio da estação ferroviária foi por muitas décadas a porta de entrada para o progresso conforme perpetuaram em cartilha os membros do conselho.

Relatam ainda que notícias do Brasil e do mundo chegavam a Pará de Minas através das correspondências, jornais e revistas, numa época sem rádio e sem televisão.

Acrescentam que pela estação também chegavam produtos de necessidade da população e saíam às exportações. Através dela, o povo de Pará de Minas recebeu gente ilustre e viu partir e retornar amigos e familiares. A estação era um dos lugares mais movimentados da cidade.

No ano de 1988, Ramal do Pará foi desativado. Sete anos depois, a prefeitura conseguiu a cessão total do prédio para a municipalidade.

O prédio foi tombado pelo Patrimônio Cultural Municipal em 1998 e adquirido pela prefeitura em 1999. Após ter sido restaurado, adequado e transformado em espaço cultural, foi reinaugurado em novembro do ano 2000 como Estação do Pará Cine Café.

Posteriormente o prédio passou por outra reforma que durou quatro meses e foi reinaugurado no dia 26 de março de 2014. No espaço que até o início de 2013 funcionava uma casa de shows e um cinema, foi assumido por novos diretores com uma proposta cultural.

Após a reforma e com base no projeto arquitetônico, o prédio passou ter a capacidade de receber um público de até 436 pessoas na casa de shows e no cinema a capacidade é de 76 pessoas.

Desde então a Estação do Pará Cine Café foi palco de shows, lançamentos de livros e outros eventos culturais, além dos filmes apresentados na sala de cinema. De lá para cá também passou por várias direções e agora chega ao fim mais um ciclo.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!