Pará de Minas tem aumento de 61% de mortes por Covid-19 em 30 dias e só vacinou 3,54% da população

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Continua em alta o número de casos suspeitos e confirmados de Covid-19 em Pará de Minas. Boletins diários divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde mostram o aumento de paraminenses com sintomas da doença ou após realizar os exames, que testaram positivo para o novo coronavírus.

O Portal GRNEWS, que tem acesso diariamente aos boletins, e apurou que em um mês Pará de Minas registrou aumento de 61% no número de óbitos em decorrência da doença. No dia 24 de janeiro a cidade contabilizava 38 mortes e nesta quarta-feira, 24 de fevereiro, já são 61 óbitos, e outra morte está sendo investigada.

Quanto aos casos suspeitos da doença, há um mês eram 9.289 registros, enquanto no dia 24 de fevereiro, são 11.208 notificações, o que representa aumento de 1.919 casos em apenas 30 dias.

Desde o início da pandemia, 2.162 paraminenses testaram positivo para o novo coronavírus, sendo que há um mês o número chegava a 1.812 registros. Neste caso o aumento foi de 350 pacientes diagnosticados com a doença, aumento de 19%.

Este aumento de casos reflete diretamente na ocupação no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) e também no Hospital Municipal Padre Libério. Este último recebe apenas pacientes de Pará de Minas, mas o HNSC é considerado porta aberta pelo Sistema Único de Saúde (SUS), ou seja, pacientes de qualquer parte do país podem ser internados na unidade.

O Portal GRNEWS apurou que atualmente, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), há 65,96% de ocupação de leitos de UTI no HNSC. Destes, 46,81% é de pacientes com Covid-19.

Os leitos de enfermaria estão em situação pior. Do total, 80% está ocupado, sendo que 18,18% é de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

É importante lembrar ainda que esta ocupação não é somente de pacientes de Pará de Minas. Além de ser porta aberta, Pará de Minas é sede de microrregião e por isso recebe pessoas de várias cidades vizinhas.

Por estar incluída no SUS Fácil, recebe desde 16 de fevereiro pacientes de outras partes do estado. No primeiro dia por exemplo, recebeu duas pacientes de Coromandel. No dia 17 vieram três da mesma cidade, sendo que um deles morreu no dia seguinte. No último fim de semana foram mais duas pacientes de Carmo do Paranaíba e um de Presidente Olegário.

O Estado também solicitou a disponibilização de leitos para pacientes de Manaus, mas eles foram transferidos para outro município.

Atualmente o HNSC possui 20 leitos de CTI e outros 20 de enfermaria dedicados a tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

Quanto à vacinação contra o novo coronavírus, Pará de Minas imunizou até agora apenas 3,54% do público alvo de toda a campanha. A cidade recebeu do Ministério da Saúde 3.528 doses. Destas, 1.562 foram aplicadas como primeira dose, e outras 846 na segunda etapa da vacinação.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!