Contrato da Turi termina este mês, mas licitação para contratar outra empresa requer estudos e pode demorar

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Este mês termina o prazo do contrato de concessão do serviço de transporte público urbano firmado entre o município de Pará de Minas e a empresa Turi. O documento que expiraria em 2012 foi prorrogado por mais cinco anos pelo então prefeito e hoje vice, José Porfírio de Oliveira Filho.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Nos últimos anos a prestadora de serviço tem sido alvo de muitas críticas devido aos atrasos nos itinerários, despreparo de alguns motoristas e cobradores, falta de ônibus em alguns horários, entre outras.

Além disso, a tarifa dos lotações é considerada muito cara pelos usuários do transporte coletivo devido ao percurso. Quando comparado aos ônibus que atendem em Belo Horizonte, por exemplo, o valor é exorbitante.

Na capital mineira dos carros circulam por longas distâncias e as passagens custam entre R$ 2,85 e R$ 4,05. Em Pará de Minas o valor é R$3,20 e as reclamações dos passageiros só aumentam a cada dia, mesmo pagando uma das passagens mais caras do estado de Minas Gerais.

A Turi já justificou algumas medidas tomadas devido à queda no número de usuários do transporte coletivo. Muitas pessoas adquiriram carros e motos e não utilizam os ônibus para ir ao trabalho ou até mesmo para passear.

Com este cenário a administração municipal está elaborando um novo processo licitatório para a contratação de uma empresa que ficará responsável pelo transporte coletivo urbano. Questionado sobre o assunto pela reportagem do Portal GRNEWS que vem recebendo muitas manifestações de leitores, o prefeito Elias Diniz (PSD), afirma que o primeiro passo será a realização de um estudo sobre a mobilidade urbana:


Elias Diniz
transporteelias1

Explica que o objetivo é a implantação de ônibus elétricos e que ofereçam conforto para os passageiros. Outra proposta é adotar um sistema inteligente ligando os lotações com os semáforos para dar celeridade ao tráfego dos ônibus:

Elias Diniz
transporteelias2

As novas tecnologias deverão ser contempladas no novo edital do transporte coletivo de Pará de Minas. Dessa forma a próxima empresa assumirá o serviço ciente de suas obrigações com os usuários do transporte coletivo:

Elias Diniz
transporteelias3

O chefe do Poder Executivo Municipal revela que será contratada uma empresa de consultoria especializada em mobilidade urbana e frota de veículos. Essa análise será considerada dentro do processo licitatório:

Elias Diniz
transporteelias4

Enquanto a licitação não é realizada pelo poder público municipal, a empresa Turi continuará mantendo o serviço de transporte coletivo por meio de termos aditivos assinados pela Prefeitura de Pará de Minas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!