Trabalhadores e herdeiros têm prazo até junho para sacar abono do PIS/Pasep; saiba quem tem direito

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Quem trabalhou entre os anos de 1971 e 1988 pode sacar o fundo do PIS/Pasep. De acordo com o governo federal, o montante gira em torno de R$ 24,5 milhões. A cota é o saldo acumulado na conta individual do trabalhador cadastrado no PIS, que foi calculado proporcionalmente ao tempo de serviço registrado.

Poderão sacar aqueles cadastrados no PIS/Pasep até 04/10/1988 e que ainda não fez o saque. A retirada do valor pode ser feita usando o Cartão Cidadão nas lotéricas, caixas de autoatendimento e correspondentes Caixa Aqui. Já que não tem o cartão, pode procurar uma agência da Caixa.

Herdeiros de trabalhadores falecidos também tem direito a sacar estas cotas mas para isso é preciso apresentar uma série de documentos.

A advogada Janine Batista Lemos conversou com o Portal GRNEWS e explica sobre este saque do fundo do PIS/Pasep, tanto pelos trabalhadores como por herdeiros de falecidos:


Janine Batista Lemos

janineblpissaque1

O saque do fundo é devido à extinção do PIS/Pasep, que migrará o saldo para contas individuais do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!