Prefeitura não investirá no Carnaval 2019 e firma parcerias com blocos para realizar a folia em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Na década de 1980 do século passado o município de Pará de Minas realizava um dos melhores carnavais do Estado de Minas Gerais com desfiles de escolas de samba, como GRESAR e Unidos do Morro, e blocos caricatos pela Rua Benedito Valadares, Centro, atraindo uma multidão.

Após os desfiles o público se deslocava para os clubes de lazer onde eram realizados os tradicionais bailes carnavalescos animados por bandas, atraindo um número expressivo de foliões.

Depois o carnaval perdeu força no município. Os gestores tentaram mudar o formato intercalando desfiles de rua das escolas de samba e blocos caricatos com bailes populares em espaço público. Esses eventos ocorreram em vários pontos da cidade, sendo o último na Avenida Presidente Vargas.

O carnaval popular atraía bom público e também gerava muitas confusões, deixando claro que a transição não foi boa. Para piorar o evento que era realizado anualmente foi interrompido por motivos diversos, como racionamento de água e falta de dinheiro. O último carnaval foi realizado pela administração Antônio Júlio de Faria (MDB) e custou aproximadamente R$ 500 mil aos cofres públicos.

A falta de dinheiro continua sendo empecilho para realizar o carnaval em Pará de Minas. Tanto que em 2017, ano em que assumiu a gestão municipal, o prefeito Elias Diniz (PSD) declarou que faria o “carnaval da saúde” investindo os R$ 500 mil gastos na última festa para realizar cirurgias eletivas. A fila ainda continua enorme em 2019 e a prefeitura firmou um convênio para investir cerca de R$ 1,4 milhão para tentar reduzir lista de espera formada por paraminenses que necessitam de uma cirurgia eletiva.

No ano de 2018 o município realizou apenas a Folia dos Fios Brancos, evento que exige poucos gastos e faz a alegria dos idosos. Tradicionalmente este evento ocorre na Praça Torquato de Almeida.

Em 2019 também não será realizado o evento de carnaval no município. A afirmação é do secretário municipal de Cultura e Comunicação Institucional Paulo Duarte. Acrescenta que o Governo de Minas Gerais deve cerca de R$ 32 milhões à prefeitura de Pará de Minas que não pode ser irresponsável neste momento de dificuldade financeira e investir R$ 500 mil para organizar uma festa carnavalesca.

Aproveita para informar que a equipe da Secretaria Municipal de Cultura está preparando diversos eventos para ocorrer na cidade nos dias de carnaval. Inclusive algumas pessoas devem sair pelas ruas com pequenos blocos, a exemplo do que vem ocorrendo em Belo Horizonte nos últimos anos:


Paulo Duarte
pauloduartecarnaval2019a

O primeiro evento deverá ser realizado no dia 1º de março com a realização da Folia dos Fios Brancos. A novidade será o desfile de blocos pelas ruas centrais da cidade. Depois outras ações ocorrerão em horários e locais determinados até o dia 5 de março, a terça-feira de carnaval:

Paulo Duarte
pauloduartecarnaval2019b

A realização da folia carnavalesca terá custo quase zero para o município. Serão firmadas parcerias e os integrantes dos blocos ficarão responsáveis pelas bandas, abadás e outros gastos. A prefeitura será uma parceira institucional neste projeto:

Paulo Duarte
pauloduartecarnaval2019c

Além de não investir financeiramente para a realização dos eventos carnavalescos em 2019, o secretário municipal de Cultura e Comunicação Institucional Paulo Duarte diz que outra meta da administração é fazer com que as famílias se envolvam nesses blocos para brincar o carnaval.

Disse ainda que nos próximos dias será divulgada a programação dos eventos a serem realizados em Pará de Minas nos dias de carnaval, que em 2019 deve ocorrer entre 1º e 5 de março. Muitos devem aproveitar a folia até o dia 6 de março, a Quarta-Feira de Cinzas, data que marca o início da Quaresma.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!