Prefeitura de Pará de Minas investirá quase R$ 1 milhão em serviços de tecnologia da informação

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Portal GRNEWS teve acesso à nova licitação aberta pela Prefeitura de Pará de Minas. Por meio da Secretaria Municipal de Gestão Pública, o objetivo é contratar uma empresa para prestar serviços de tecnologia da informação por meio de licenciamento e locação de sistemas integrados de gestão pública na web. Para isso, o investimento pode chegar a R$ 995.224,70.

O sistema contratado deverá ter módulos de Planejamento Governamental, Contabilidade, Tesouraria, Gestão de Pessoal e Folha de Pagamentos, Atendimento ao Servidor Público, Ponto Eletrônico, Atendimento ao E-Social, Compras, Licitações e Contratos, Almoxarifado, Patrimônio, Gerenciamento de Frota, Protocolo e Controle de Processos, Controle Interno, Tributação, Portal do Cidadão, Gestão de Obras, Indicadores de Gestão, Custos, Portal da Transparência, Gestão Escolar e Gestão da Procuradoria.

A nova plataforma também deve migrar os dados já existentes e a empresa oferecer o serviço de implantação com capacitação dos servidores, apoio técnico à distância, atualização e manutenção do sistema, e serviços avulsos de treinamento na sede da contratada.

O Portal GRNEWS apurou que a justificativa para a contratação deste sistema é integrar e melhorar o fluxo de informações. Segundo o Município, a escolha de contratar o serviço em vez de um software livre disponibilizado por órgãos governamentais é devido a experiências “bastante negativas com esse tipo de produto obtido por cessão de direitos de uso sem pagamento para obtenção do sistema, ou seja, uma doação”.

A Prefeitura já tentou por vezes utilizar estes sistemas gratuitos, mas vários problemas foram encontrados e necessárias muitas adaptações. Além disso, estes softwares não conseguem se adequar à realidade das prefeituras e por isso, não conseguiam atender à demanda.

Plataformas exclusivas para a prefeitura também foram pagas e desenvolvidas, e novamente encontraram problemas pois segundo o Município “eram de linguagens também descontinuadas e que não se prestam às exigências da programação atual, ou porque são de linguagens diferentes e que não se comunicam entre si, impedindo a integração, ou porque o custo da integração não é compensado tendo em vista o produto final que precisa ser obtido”.

Para contratar o novo sistema, vários quesitos técnicos que são utilizados atualmente devem ser preenchidos. Assim que contratada, a empresa tem no máximo 120 dias para implantar todo o sistema.

A licitação ocorrerá na modalidade Pregão Eletrônico no dia 14 de maio.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!