Bombeiros alertam para riscos de queimadas e pedem que população paraminense denuncie

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Durante o período mais seco do ano o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) trabalha com mais intensidade. É que a época é propícia para as queimadas. Somente em junho do ano passado, 2.269 queimadas foram registradas pela corporação. Num comparativo feito no ano passado, houve aumento de 56% de incêndios florestais em relação a 2019.

Uma situação preocupante e que serve de alerta para este ano. Por isso o Corpo de Bombeiros de Pará de Minas já iniciou a visitação a lotes vagos da cidade e os alertas aos proprietários rurais.

Ao Portal GRNEWS, o comandante do 1º Pelotão do CBMMG tenente Roger Cornélio explica que as queimadas podem começar após simples gestos, considerados por muitos inofensivos. Mas que a ação é crime, gerando multa e até prisão:


Roger Cornélio

rogecornqueimada1

A prevenção é sempre o melhor remédio e diante disso, cada um deve fazer sua parte:

Roger Cornélio
rogecornqueimada2

Tenente Roger Cornélio também pede que a população denuncie e avise à corporação quando houver queimadas, especialmente próximas de residências e estradas:

Roger Cornélio
rogecornqueimada3

Em Pará de Minas alguns pontos sempre são ponto de focos de incêndio, como a Serra da Tabatinga, onde estão instaladas as torres de retransmissão de sinais tv, rádio e celular, e também a Serra de Santa Cruz, onde está localizado o Cristo Redentor. Por isso, se flagrar alguém ateando fogo nos locais, ligue imediatamente para a Polícia Militar no 190.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!