Prefeitura investirá mais de R$ 240 mil na compra de geomembrana para aumentar vida útil do aterro sanitário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os aterros sanitários tem, em sua estrutura, uma manta chamada de geomembrana. Ela é reforçada para deter o fluxo de líquidos, evitando assim o forte odor dos resíduos. Esta manta é exigida pelos órgãos ambientais.

No aterro sanitário de Pará de Minas esta geomembrana já é utilizada, mas a plataforma onde fica o lixo domiciliar só tem vida útil prevista para mais cinco meses. Por isso, a Secretaria Municipal de Agronegócio, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente abriu uma licitação para adquirir a peça.

O Portal GRNEWS apurou ainda que o Município pretende comprar 3.540 m² de geomembrana PEAD, feita em polietileno de alta densidade, que atenda às normas e com garantia de cinco anos. Este processo de impermeabilização dos taludes do aterro também é uma exigência da Superintendência Regional de Regularização Ambiental (SUPRAM) do Alto São Francisco.

A aquisição da geomembrana também é importante para evitar mais danos ao meio ambiente e ainda o risco de perda da licença de operação.

Para a compra o Município pretende investir até R$ 241.876,40. A primeira etapa da licitação acontecerá no dia 11 de maio na modalidade Pregão Eletrônico.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!