Comitê decide manter Pará de Minas na Onda Verde e novo decreto restringe eventos a 120 pessoas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da Covid-19 de Pará de Minas se reuniu na manhã desta terça-feira, 1º de dezembro, para definir se o município permaneceria na Onda Verde do Plano Minas Consciente.

O procurador-geral do Município Hernando Fernandes da Silva  coordenou o encontro que teve representantes das secretarias municipais de Gestão Pública, Gestão Fazendária, Saúde e Planejamento; do Corpo de Bombeiros; Câmara de Vereadores e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). O prefeito Elias Diniz (PSD) recebeu os membros do Comitê mas deixou a reunião por ter outros assuntos a tratar.


Durante o encontro as solicitações de vários setores da sociedade foram apresentadas mas nenhuma aceita devido a situação que Pará de Minas vive. Os números estão alarmantes e todos estão preocupados com o aumento dos casos suspeitos e confirmados de COVID-19.

Um exemplo ocorreu no fim de semana dos dias 28 e 29 de novembro, onde foram registrados 52 casos suspeitos e confirmados outros 45, além de um novo óbito. Baseado nos boletins divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, o Portal GRNEWS fez alguns cálculos que mostram o real crescimento desordenado de casos.

Nos últimos 14 dias, que é também o tempo calculado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) para definir em qual onda cada região irá se encaixar, Pará de Minas teve 135 novos casos de COVID-19, 590 notificações como suspeitas e quatro óbitos.

Estes números são referentes às pessoas que realmente procuraram uma unidade de saúde quando iniciam os sintomas do novo coronavírus. É que infelizmente ainda tem gente que por medo, vergonha ou mesmo ignorância não procura tratamento. Continua por exemplo trabalhando, passeando e infelizmente infectando outras pessoas.

Diante deste crescimento de casos o Comitê decidiu redigir um novo decreto, porém mantendo o município na Onda Verde do Minas Consciente, como contou ao Portal GRNEWS o procurador Hernando Fernandes da Silva que destacou as ações que serão realizadas:


Hernando Fernandes

hernanfernandecreto01121

A única mudança que será sentida em relação ao decreto em vigor é em relação aos eventos. Eles podem continuar desde que o público presente não seja superior a 120 pessoas:

Hernando Fernandes
hernanfernandecreto01122

O Comitê também está preocupado com as festas de fim de ano onde empresas e amigos se reúnem para comemorar a data. Hernando Fernandes destaca que todos devem tomar cuidado e seguir as recomendações:

Hernando Fernandes
hernanfernandecreto01123

O novo decreto valerá até 15 de dezembro. Porém, nesta quinta-feira 3 de dezembro, uma nova resolução estadual será divulgada e a cidade pode ser enquadrada na Onda Amarela.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!