Bombeiros aproveitam tempo livre para aprimorar técnicas de salvamento em altura

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros em Pará de Minas conta com uma excelente estrutura para os militares realizarem um bom atendimento a população. Em algumas ocasiões, as equipes realizam serviços internos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Quando não estão nas ruas atendendo a vítimas de afogamentos, desastres naturais, incêndios, acidentes de trânsito, entre outros, os bombeiros estão praticando vários exercícios físicos e passando por treinamentos.


Nesta sexta-feira, 1º de junho, militares aperfeiçoaram a técnica da ascensão. Trata-se de uma escalada com o auxílio de cordas para chegar a um ponto alto, onde possivelmente pode estar uma vítima.

O procedimento também pode ser utilizado no caso de podas de grandes árvores na cidade. São detalhes que fazem a diferença, pois evitam o excesso de esforços físico e o desgaste do bombeiro na hora de atuar.

De acordo com o sargento Marcelo Patrocínio, o objetivo da técnica é auxiliar nos serviços de resgate em altura. Os bombeiros sempre precisam treinar para salvar, pois as ocorrências trazem várias surpresas no cotidiano:


Marcelo Patrocínio
treinobombeirossargentomarcelo

A soldado Camila Marinho Coelho veio de Betim e estava de folga em Pará de Minas. Ela aproveitou para ir ao quartel do Corpo de Bombeiros de Pará de Minas e participar dos treinos visando o curso de sargento:


Camila Marinho Coelho
treinobombeirossoldadocamila

Soldado Gustavo Silva Oliveira é paraminense e também está fazendo curso de sargento. O militar aproveitou a oportunidade para aprimorar a técnica e conseguir um melhor rendimento quando for acionado:


Gustavo Silva Oliveira
treinobombeirossoldadeogustavo

Outra técnica importante que todos os bombeiros sempre desenvolvem é a de salvamento aquático. Nunca é demais salientar que apenas pessoas devidamente treinadas devem salvar vítimas de afogamento. Caso contrário, o socorrista também pode morrer por não saber como agir corretamente.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE