Poluição provocada por pessoas e empresas contribui para a escassez de água nos mananciais, diz gerente da ARSAP

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Muitos países ao redor do planeta comemoram o Dia Mundial da Água em 22 de março. Ele foi instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) no ano de 1992. Na ocasião também foi divulgada a Declaração Universal dos Direitos da Água.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A data ajuda no processo de conscientização do poder público, a população e os empresários com relação aos mananciais existentes na região. A preservação dos cursos d’água é de extrema urgência.

O georreferenciamento pago e realizado pela Prefeitura de Pará de Minas na gestão do ex-prefeito Antônio Júlio de Faria serviu para aumentar o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e também coletou dados importantes sobre os recursos hídricos do município. Um levantamento detalhado das nascentes por meio de mapeamento é o primeiro passo.


O processo continua com o combate a poluição dos córregos que afluem para o ribeirão Paciência. O descarte de poluentes nos mananciais é um crime ambiental e também contribui para a escassez de água.

Após a instalação da empresa Águas de Pará de Minas foi criada a Agência Reguladora do Serviço de Água e Esgotamento Sanitário (ARSAP). O órgão autônomo tem como finalidade fiscalizar também as fontes de água.

De acordo com Frederico Mendes Amaral, gerente da ARSAP, infelizmente a maior parte da população está acostumada com a água em abundância e falta consciência no que se refere à preservação dos mananciais:


Frederico Mendes Amaral
situacaodosmananciaisfrederico1

Um levantamento constatou que várias empresas também estavam poluindo os córregos da região. Depois das fiscalizações da agência os moradores do perímetro urbano e da zona rural começaram a mudar os conceitos e estão ajudando a proteger as nascentes:

Frederico Mendes Amaral
situacaodosmananciaisfrederico2

Os estudos comprovam que 70% do planeta é coberto por água, mas os especialistas estimam que apenas 0,77% esteja disponível para o consumo humano. O recurso natural está presente em ribeirões, lagos, rios e nos lençóis freáticos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!