Quatro empresas se interessam por obras no Centro Literário Pedro Nestor e devem apresentar propostas comerciais

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Há muitos anos os paraminenses sonham em ter de volta o Centro Literário Pedro Nestor. Localizado na Bendito Valadares, a principal rua comercial de Pará de Minas, o espaço era palco de grandes eventos culturais e artísticos. Mas devido a estrutura que estava se deteriorando, foi fechado para segurança dos usuários.

Conforme publicado pelo Portal GRNEWS, em 2016 parecia que seria enfim reformado. Uma licitação foi aberta mas a empresa vencedora do certame suspendeu os trabalhos.

Em fevereiro de 2019 uma nova inspeção do prédio tombado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural mostrou que o piso deveria ser refeito e a obra poderia chegar a custar R$ 1 milhão. O prefeito Elias Diniz (PSD) à época disse que faltavam recursos para reiniciar as obras.

Mas no dia 7 julho deste ano uma boa notícia. A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, abriu licitação para reformar o prédio. A obra tem cálculo estimado de R$ 314.264,03 e várias adequações serão feitas, atendendo a demandas de acessibilidade, segurança, prevenção e combate a incêndio.

O Portal GRNEWS apurou que o Centro Literário atenderá a demanda da Academia Paraminense de Letras com espaços para reuniões, exposições e apresentações diversas, além de abrigar parte da Secretaria Municipal de Turismo com um local de atendimento ao público. A finalização da reforma consiste nos pavimentos térreo e primeiro, e a revisão da cobertura.

Na fachada, a revitalização será a mais próxima da original, recuperando formas, esquadrias e aberturas do ano do tombamento. O térreo conta com hall de entrada, recepção, banheiros, copa, varanda, elevador, salão, palco, cabine e camarim. Já o primeiro pavimento tem o hall de entrada, varandas, sala de reunião, copa, elevador e banheiros.

Quatro empresas participaram da primeira etapa da licitação. A documentação da WM Paisagismo Urbanismo e Comércio Eireli, Squadro Engenharia Eireli, MCM Empreendimentos Eireli e Conubra Construtora e Urbanizadora Brasil Eireli estavam de acordo com as exigências do edital e as quatro foram habilitadas para a próxima fase, que inclui a apresentação das propostas comerciais. Ainda não há data definida para esta apresentação.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!