Arroz desenvolvido pela Embrapa integra projeto voltado à agricultura familiar no MA

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A cultivar de arroz de terras altas, BRSGO Serra Dourada, desenvolvida pela Embrapa Arroz e Feijão e instituições parceiras, vem sendo adquirida há três anos pelo governo do Maranhão para ser distribuída a agricultores familiares dentro do projeto Mais Sementes e Mudas, conduzido pela Secretaria de Agricultura (Sagrima) e órgão estadual de pesquisa e extensão rural (AGERP).

“Nas safras de 2017 a 2020, foram compradas pelo projeto Mais Sementes e Mudas 400 toneladas de sementes da cultivar de arroz de terras altas BRSGO Serra Dourada”, informou o analista de Transferência de Tecnologia da Embrapa Arroz e Feijão, Rodrigo Sérgio e Silva. De acordo como ele, o montante foi adquirido junto a empresas licenciadas pela Embrapa para a multiplicação de sementes da BRSGO Dourada.

A BRSGO Serra Dourada é uma cultivar de arroz de terras altas desenvolvida para a agricultura familiar, por meio de melhoramento participativo, quando pesquisadores, profissionais da extensão rural e agricultores avaliam em conjunto linhagens de arroz, selecionando aquela que será lançada como cultivar recomendada para plantio. A BRSGO Serra Dourada foi lançada em 2009 e contou com a parceria da Universidade Federal de Goiás (UFG), Secretaria de Agricultura de Goiás, Emater GO e pequenos produtores do Estado.

A BRSGO Serra Dourada tem potencial produtivo de 3,5 mil quilos por hectare em experimentos conduzidos pela Embrapa. Possui precocidade (ciclo da semeadura à maturação de 107 dias) e apresenta rendimento de 57% de grãos inteiros no beneficiamento. É ainda um produto da classe longo-fino, o preferido pelo consumidor brasileiro. Com informações da Embrapa.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!