Pará de Minas: suspeito de estelionato usa nome de empresa de seguros indevidamente e causa prejuízos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Uma equipe da Polícia Militar registrou o caso suspeito de estelionato na avenida Presidente Vargas, bairro São Francisco, em Pará de Minas, nesta quinta-feira, 31 de maio.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O cidadão de 37 anos relatou aos policiais que o autor de 31 anos era representante autônomo de vendas há aproximadamente dois anos na empresa de seguros gerenciada pelo solicitante.

Acrescentou que atualmente ele vem utilizando do nome da empresa e de seu fundador para conquistar clientes no mesmo ramo de serviços. Relata ainda que vem sendo procurado por supostos clientes com a indagação de que eles estão sendo prejudicados pelo estelionatário, mas que, por usar o nome da empresa, a vítima constantemente vem tendo problemas de cunho pessoal e profissional.

Relata ainda que recentemente um cliente o procurou informando que seu veículo está há cerca de seis meses na responsabilidade das vítimas de um acidente de trânsito e que o autor de 37 anos teria usado de artimanhas para transferir a culpa do sinistro para as vítimas.

O solicitante também falou que a empresa que gerencia não tem responsabilidade por qualquer ressarcimento de tal cliente, pois o mesmo não tinha nenhum contrato com a sua empresa. Isso por que ele solicita é fruto das ações fraudulentas do indivíduo que usa o nome da empresa indevidamente, causando prejuízos a este cliente e a outras pessoas.

O cidadão relatou ainda que o autor está trabalhando atualmente para uma cooperativa de seguros localizada em Belo Horizonte, mas ainda usa o nome de sua empresa de forma indevida.

Após relatar o caso suspeito de estelionato, ele foi orientado pelos militares quanto a demais providências para solução do caso junto a Polícia Civil e a Justiça.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!