Desligamento do sinal analógico em Goiânia é adiado para 21 de junho

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired) decidiu nesta terça (30) adiar o desligamento da TV analógica em Goiânia e mais 28 municípios de Goiás. O desligamento estava marcado para esta quarta (31), mas o prazo foi estendido até o dia 21 de junho.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o prazo foi prorrogado porque não foi atingida a marca de 90% de digitalização na região, que é necessária para o término da transmissão do sinal analógico. De acordo com pesquisa Ibope, 88% dos domicílios estão aptos a receber o sinal digital. Uma nova pesquisa deve ser realizada no dia 14 de junho para identificar o nível de digitalização da região.

Além de capital, os municípios de Goiás que terão o sinal analógico desligado são: Abadia de Goiás; Abadiânia; Alexânia; Anápolis; Aparecida de Goiânia; Aragoiânia; Bela Vista de Goiás; Bonfinópolis; Brazabrante, Caldazinha; Campo Limpo de Goiás; Caturaí; Goianápolis; Goianira; Guapó; Hidrolândia; Inhumas; Itauçu; Leopoldo de Bulhões; Nerópolis; Nova Veneza; Ouro Verde de Goiás; Pirenópolis; Santa Bárbara de Goiás; Santo Antônio de Goiás; Senador Canedo; Teresópolis de Goiás e Trindade.

Kits
Segundo a Seja Digital, entidade responsável pela transição da TV aberta analógica para a fase digital, já foram distribuídos na região 338,9 mil kits de conversor e antena para beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único de programas do governo federal. O kit permite o acesso ao sinal digital mesmo nos televisores mais antigos depois do desligamento do sinal analógico

O sinal analógico já foi desligado na cidade goiana de Rio Verde, em Brasília e em nove cidades do entorno do Distrito Federal, em São Paulo e em 38 municípios paulistas. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!