MG mantém saldo positivo de empregos em fevereiro

Minas Gerais registrou saldo de 51.939 empregos formais em fevereiro deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Com este desempenho, resultado da admissão de 182.895 trabalhadores no mercado de trabalho e do desligamento de 130.956 no período, o estado ficou na segunda posição no ranking nacional, atrás apenas de São Paulo, com 128.505 vagas de empregos criadas.

O saldo de postos de trabalho em Minas Gerais registrado no mês de fevereiro foi superior ao de janeiro deste ano (23.544) e até mesmo ao de igual mês do ano passado (27.255), período antes da pandemia de covid-19 no país.

Setores
Por setor de atividade econômica, os serviços lideraram, com a geração de 15.831 postos de trabalho, seguido por indústria (15.942), comércio (10.141), construção civil (8.040) e o segmento agropecuário (2.435).

Segundo a diretora de Monitoramento e Articulação de Oportunidades de Trabalho da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Amanda Siqueira Carvalho, Minas Gerais tem mantido um desempenho positivo na geração de empregos em 2021, o que coloca o estado entre os melhores no ranking no país. “Nossa expectativa é a manutenção desse cenário de crescimento na criação de postos de trabalho, sobretudo com o avanço da vacinação ao longo do ano e o oportuno retorno das atividades econômicas”, avalia. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!