Médicos italianos querem que governo adote medidas para protegê-los contra COVID-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O total de casos do novo coronavírus (COVID-19) na Itália ultrapassou 100 mil, ontem (30), ao passo que o total de mortes atingiu 11.591.

O Ministério da Saúde da Itália anunciou que planeja estender o período de quarentena até 12 de abril. A medida estava prevista para ser encerrada no dia 3 do próximo mês.

Enquanto isso, o Instituto Nacional de Saúde da Itália declarou que 8.956 trabalhadores sanitários haviam sido infectados até a segunda-feira. A federação de médicos do país emitiu uma declaração exigindo que o governo forneça máscaras cirúrgicas a todos os profissionais de saúde, além de testá-los para o vírus regularmente. Segundo a entidade, 63 médicos morreram até o momento. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
Don`t copy text!