Criminosos do Golf preto disparam tiros, ferem três homens e matam criança de 10 anos em Papagaios

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O crime foi registrado por policiais militares no início da noite de quinta-feira, 31 de janeiro, na Rua Luiz Lobato, bairro Nossa Senhora Aparecida, em Papagaios. Cinco indivíduos chegaram em uma calçada quando chegaram cinco indivíduos que ocupavam um Golf preto disparando tiros contra as pessoas que estavam as pessoas.

No tiroteio foi atingido de raspão na orelha esquerda um indivíduo de 23 anos. Ele disse que os indivíduos com os quais estava, têm passagens policiais por crimes diversos.

Segundo os relatos, um indivíduo de 29 anos foi atingido no peito e transferido para um hospital em Sete Lagoas. Um homem de 56 anos relatou que estava no quintal de sua residência, em frente ao local dos fatos, momento em que ocorreram os disparos, sendo que um destes transfixou o muro de sua residência e acertou sua mão esquerda. Ele foi atendido no Hospital Municipal de Papagaios.

Durante o tiroteio também foi atingido o menino Tiago Soares Duarte, de 10 anos, que passava pelo local e foi alvejado no rosto e peito. O garoto foi socorrido por testemunhas, porém não resistiu aos ferimentos e morreu quando deu entrada no Hospital Municipal de Papagaios,. O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IMLL em Pará de Minas.

A Polícia Militar mobilizou um forte aparato, com militares de Pará de Minas e de outras cidades vizinhas, para reforçar o efetivo de Papagaios no rastreamento aos autores do crime.

Durante o registro da ocorrência, os militares receberam a informação indicando que dois jovens, de 18 e 21 anos, moradores de Pompéu, seriam os principais autores desse homicídio. Em seguida, os militares receberam informações de que indivíduos ocupando um Golf preto, semelhante ao usado no homicídio, havia feito disparos de arma de fogo em via pública naquela cidade. Militares foram até Pompéu em busca dos suspeitos, mas não foram encontrados.

A vítima de 23 anos tem uma passagem policial anterior por tráfico de drogas e a de 29 anos, tem várias passagens por roubo e tráfico. Autoria e motivações do crime ainda são desconhecidas.

A Polícia Militar pede à população que colabore com informações que possam ajudar na localização dos infratores. Basta ligar par o telefone 190 ou 181 – Disque Denúncia Unificado (DDU).

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!