Advogado assassinado com tiro na cabeça no Recanto da Lagoa. Causa do crime ainda é mistério

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

assassinato_recnt3
Na tarde desta quinta-feira (30) aconteceu em Pará de Minas mais um crime chocante. Por motivos ainda desconhecidos o advogado Arthur Walace Barbosa Vieira foi brutalmente assassinado com um tiro na cabeça.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

assassinato_recnt1
O crime aconteceu na esquina da rua José Correia de Amorim Neto, no bairro Recanto da Lagoa, próximo ao Parque do Bosque. Informações preliminares indicam que a vítima estava passando pelo local com sua motocicleta quando foi atingida.

O operador do Direito foi atingido com um tiro à queima roupa e a autoria do crime ainda é desconhecida. As primeiras informações deram conta de que os autores estariam em um veículo de características não informadas.

assassinato_recnt4
O capitão Fábio Santos, subcomandante da 19ª Companhia Polícia Militar Independente de Pará de Minas, afirmou que os militares conseguiram no primeiro momento poucas informações sobre a autoria do assassinato:

Capitão Fábio Santos
cpfb_assnt1

O oficial ressaltou que o rastreamento será realizado ostensivamente com base nas informações preliminares com o intuito de identificar e prender os assassinos. Já as investigações detalhadas estarão a cargo da Polícia Civil:

Capitão Fábio Santos
cpfb_assnt2

assassinato_recnt2
O advogado Djlama Fulgêncio Filho, presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pará de Minas, lamentou a morte do colega de profissão e disse que estará acompanhando de perto as investigações:
drdjm_assnt

Djalma Fulgêncio Fillho
drdjm_assnt

Investigações preliminares da Perícia Técnica da Polícia Civil indicam que foram disparados seis tiros no cenário do crime, dos quais quatro tiros atingiram o advogado, que entre seus clientes, constava Luiz Henrique Romão, o Macarrão, envolvido na morte da modelo Elisa Samúdio, ex-namorada do goleiro Bruno. Macarrão conseguiu recentemente progressão de regime e está cumprindo pena em regime semiaberto na penitenciária Dr. Pio Canedo, em Pará de Minas, para onde foi transferido há pouco tempo.

O paraminense Arthur Wallace Barbosa Vieira residia na rua Professora Ignésia Moreira Mendonça, bairro São Luiz, em Pará de Minas, era casado e deixa a esposa e filhos. Ele também fazia parte da diretoria da subseção da OAB de Pará de Minas.

O corpo do advogado, que tinha 46 anos,  será velado ao longo desta sexta (01) no Velório Municipal e o sepultamento será realizado ás 15 horas no Cemitério Municipal Santo Antônio, em Pará de Minas.

Arthur Wallace Barbosa Vieira
Arthur Wallace Barbosa Vieira

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!