Inspeção permanente em frigoríficos de MG contribui com segurança alimentar

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Contribuindo com a manutenção da segurança alimentar da população em todo o Estado, por meio da inspeção permanente em frigoríficos e a fiscalização das agroindústrias, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) tem elaborado diversos procedimentos específicos de controle sanitário e instruções para prevenção à covid-19. Os instrumentos são direcionados aos ambientes de trabalho dos fiscais da linha de frente e aos proprietários de estabelecimentos de produtos de origem animal.

Reuniões por videoconferência com representantes das cadeias produtivas de bovinos, aves, suínos, derivados de leite, ovos e mel buscam alinhar a aplicação do Plano de Mitigação de Risco, posto em prática em março deste ano. O objetivo é preservar a saúde dos servidores que trabalham na inspeção e asseguram a qualidade da carne. O IMA inspeciona cerca de 400 estabelecimentos elaboradores de produtos de origem animal em Minas Gerais.

O diretor-técnico do IMA, Bruno Rocha de Melo, lembra que, desde o início da pandemia, os trabalhos estão voltados para manter sob controle a situação sanitária nestes locais. “Além de estabelecer diversas medidas gerais de proteção aos trabalhadores da indústria, exigimos que as próprias empresas apresentem formalmente todas as ações que estão sendo adotadas. Os servidores que atuam nos frigoríficos estão trabalhando com insumos de proteção, como máscara e álcool”, ressalta.

Linha de frente
Edmar Nascimento é fiscal agropecuário assistente do IMA e trabalha na inspeção permanente de um frigorífico. “Inicialmente, a covid-19 nos trouxe um certo temor, mas não há dúvida de um frigorífico não deve funcionar sem a presença dos fiscais agropecuários”, relata. Segundo o servidor, o Plano de Contingência e as instruções de serviço elaboradas pelo instituto foram importantes para estabelecer diretrizes para o trabalho em meio ao isolamento social.

Videoconferência
Na última semana, o Governo de Minas realizou uma videoconferência com representantes da cadeia produtiva do estado e com a presença da secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, e do diretor-geral do IMA, Thales Fernandes. A reunião apresentou medidas preventivas já adotadas em Minas Gerais desde o início da pandemia, assim como sugestões de abordagens que favorecem a proteção da cadeia produtiva.

Entre as ações estão a intensificação da prevenção nos estabelecimentos frigoríficos; com atualização ou criação de planos de contingência para granjas, além da inclusão de mais ações para evitar a disseminação da doença entre os trabalhadores. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!