Ludmila projeta sequência da temporada no Atlético de Madrid

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Há três temporadas no Atlético de Madrid, Ludmila tem ajudado a escrever um dos capítulos mais importantes da história do clube. Além de participar ativamente de dois dos três títulos espanhóis da equipe, a atacante foi decisiva na classificação inédita para as quartas de final da Liga dos Campeões Feminina 2019/20. E a brazuca quer ir ainda mais longe.

Nas oitavas de final da competição europeia, diante do Manchester City-ING, Ludmila marcou o primeiro gol da vitória por 2 a 1, que manteve o Atlético de Madrid vivo no mata-mata pela primeira vez.

– Chegar nas quartas de final da Champions foi um passo muito importante. A gente sempre acabava parando antes e ficamos muito orgulhosas por nos mantermos na competição. Foi um incentivo a mais para nós, para podermos sonhar que podemos sim ir ainda mais longe. Com certeza o gol contra o City foi o mais importante da minha carreira. Foi um gol de raça, de acreditar na jogada. E era um jogo em que a gente tinha que acreditar que tudo ia dar certo – relembrou a jogadora em entrevista exclusiva ao site da CBF.

Definidos os classificados para a fase seguinte da Liga dos Campeões, quis o destino que o Barcelona-ESP fosse o próximo adversário da equipe de Madrid.

– O Barcelona não é novidade para gente. Estamos sempre batendo de frente com elas, é uma rivalidade grande entre dois clubes importantes. Vai ser um jogo interessante e quem fizer uma partida melhor vai ficar com a vaga. Mas nós sabemos que no futebol tudo pode acontecer. Não gosto de comentar muito, mas vai ser um duelo entre dois gigantes e um só vai seguir na Champions. Vai ser um bom jogo, do jeito que os torcedores gostam.

De fato, Atlético de Madrid e Barcelona têm protagonizado uma disputada acirrada no Campeonato Espanhol. Nas últimas oito edições do torneio, o clube catalão terminou na primeira posição em quatro oportunidades, enquanto as colchoneras conquistaram o título três vezes. Mas o primeiro encontro da atual temporada terminou com uma goleada do Barça por 6 a 1. O resultado ligou alerta em Madrid. E mesmo que o confronto pela Liga dos Campeões seja só em março de 2020, a preparação já começou por lá.

– Na Liga acho que tivemos algumas falhas, não só de uma, mas de todas. E por ser tratar do Atlético de Madrid são falhas que não podemos cometer. Apesar do Barcelona também ser um time grande, com jogadoras boas e muito capacitadas. Mas cada jogo é um jogo. Estamos treinando bem para evitarmos esses erros, para fazer ser um jogo diferente e para sairmos com a vitória.

Atual campeão espanhol, o Atlético de Madrid quer manter a taça na capital. Até aqui, a equipe ocupa a segunda posição, com 24 pontos, atrás justamente do Barcelona, com 25, e para chegar ao quarto título consecutivo o caminho não será nada fácil.

– As pessoas pensam que a Liga é mais fácil para nós, porque já ganhamos três vezes. Mas é uma competição que tem crescido cada vez mais, estão vindo muitas equipes boas, com muitas meninas novas, de outros países. Então, a Liga tem ficado mais competitiva, é uma briga muito boa. E esse ano creio que vai ser bem mais difícil, mais disputada. Nós vamos enfrentar uma rivalidade grande, porque todas as equipes têm vontade de ganhar da gente. Vai ser um bom campeonato com jogos bem interessantes – encerrou. Com site da CBF

Don`t copy text!