Corinthians vence a Ferroviária e conquista a Libertadores Feminina

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A América é alvinegra! Numa reedição da final do Brasileirão 2019, Corinthians e Ferroviária protagonizaram, na noite de ontem (28), a primeira final 100% brazuca da história da Libertadores Feminina. Dessa vez, o Timão levou a melhor, venceu por 2 a 0 e sagrou-se bicampeão da competição. No Estádio Olímpico de Atahualpa, em Quito (EQU), Crivelari e Juliete marcaram os gols da conquista alvinegra.

A campanha do Corinthians até o título foi praticamente perfeita. Em seis jogos disputados, o Timão venceu cinco e empatou um. Foram 16 gols feitos e apenas quatro sofridos. Mas sequência positiva da equipe comandada por Arthur Elias vai muito além da Libertadores. O Alvinegro alcançou a incrível marca de 43 jogos sem derrota na temporada.

O jogo
O Corinthians ditou o ritmo do jogo durante boa parte do duelo decisivo. Mas as oportunidade do Timão no primeiro tempo pararam na grande atuação da goleira Luciana. Na volta do intervalo, a história mudou e a insistência alvinegra, enfim, surtiu efeito. Na marca dos 28 minutos, Tamires puxou contra-ataque e deu um passe açucarado para Crivelari, que dividiu com a marcação e com um toque sutil mandou para o fundo das redes: 1 a 0. Querendo mais, as alvinegras continuaram pressionando e chegaram ao segundo gol, aos 44 minutos. Juliete tabelou bonito com Victoria Albuquerque e bateu cruzado sem dar chances para a goleira.

O bi do Timão é oitavo título conquistado por um time brasileiro em 11 edições da Libertadores Feminina. Em 2017, a equipe da capital paulista conquistou a América pela primeira vez quando ainda fazia parceria com o Audax. Santos (x2), São José (x3) e Ferroviária também já levantaram a taça da competição mais cobiçada do continente. Com informações da CBF

PUBLICIDADE
Don`t copy text!