Obras visam incrementar turismo ecológico e escoamento de produção na Zona da Mata e Vertentes

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) vai iniciar, em breve, três obras na região da Zona da Mata e Vertentes. Elas fazem parte de um pacote, anunciado esta semana pelo governador Romeu Zema, que inclui outras cinco ações em infraestrutura em diversas regiões do estado.

“Nos últimos meses temos trabalhado incansavelmente para combater o coronavírus. Sabemos que muitos empregos foram perdidos e a atividade econômica sofreu muito. Por esse motivo estamos lançando esse pacote de obras, com investimentos de mais de R$ 100 milhões”, disse o governador Romeu Zema.

Uma das obras é a pavimentação da MG-135, trecho entre Bias Fortes e Antônio Carlos, com 19 quilômetros de extensão. A intervenção vai receber um investimento de cerca de R$ 17,4 milhões, financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Benefícios
“O município de Bias Fortes é um dos últimos de Minas Gerais que ainda não contam com acesso pavimentado, então é uma grande alegria anunciar essa obra, que vai trazer muitos benefícios para a população local e diminuirá o tempo de percurso entre as duas cidades”, destaca o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

A pavimentação, entre os municípios de Antônio Carlos e Bias Fortes, traz um forte impacto econômico para as regiões das Vertentes e Zona da Mata, por integrar os circuitos turísticos da Trilha dos Inconfidentes e da Serra de Ibitipoca.

Na Trilha dos Inconfidentes o viajante pode visitar cidades históricas como Tiradentes, São João del-Rei, Rezende Costa, Prados e Lagoa Dourada. Já o turista que quer se aventurar por caminhadas repletas de cachoeiras, grutas e paisagens de perder o fôlego, o Parque Estadual de Ibitipoca é uma ótima opção.

A pavimentação do trecho facilitará, ainda, a ligação dos municípios à cidade de Barbacena, considerada uma das mais importantes da região.

Cataguases
Outra obra que será iniciada pelo DER-MG é a pavimentação do Contorno de Cataguases, na região da Zona da Mata. As obras, em 6,4 quilômetros, receberão investimento de aproximadamente R$ 16 milhões, financiados pelo BNDES.

“Esse contorno vai beneficiar muito o escoamento de produção de diversas empresas que estão instaladas no município, além de possibilitar a operação da nova rodoviária”, explica o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

O Contorno de Cataguases permitirá o acesso da cidade à BR-120, via bairro Taquara Preta, beneficiando diversas indústrias e empresas do setor metalúrgico, elétrico e de tecelagem, que fabricam algodão hidrófilo, produto que é muito usado no Brasil e também é exportado para vários países.

Goianá
A conclusão da ligação da MG-353 com a BR-040, em Goianá, é outra intervenção que terá início em breve. As obras do DER-MG receberão investimentos de cerca de R$ 2,7 milhões, financiados pelo BNDES.

Segurança e escoamento
“Quem se desloca para o Aeroporto Regional da Zona da Mata, em Goianá, vai usufruir dessa intervenção, que retira o tráfego da região central de Juiz de Fora, oferecendo mais segurança a todos”, destaca o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

Além disso, a conclusão da obra proporcionará, ainda, mais facilidade para o escoamento das indústrias instaladas na região, como a moveleira localizada em cidades como Ubá e Rio Pomba. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!