Aberta visitação virtual na Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, na região Central, acaba de lançar um programa de visitação virtual. O projeto integra as comemorações pelos 11 anos do espaço e tem objetivo de ampliar o acesso a uma das cavernas mais visitadas do Brasil, com apoio da tecnologia.

Quando o espaço for reaberto, pessoas que têm dificuldade de acesso poderão percorrer o local com o uso de óculos de realidade virtual e um celular próprio para essa tecnologia. Outra opção é “entrar” na caverna por meio de um vídeo, com imagens em 360 graus, a partir de qualquer lugar com acesso à Internet, por meio de um link. Essa novidade promete fazer mais sucesso ainda neste período em que as unidades de conservação do IEF em Minas seguem temporariamente fechadas em prevenção à covid-19.

O vídeo está disponível no canal Meio Ambiente Minas Gerais no Youtube, do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema). Nesse caso, o visitante virtual precisa usar o mouse para arrastar a imagem e ter a dimensão em 360 graus, ou então movimentar o telefone, caso esteja visualizando de algum smartphone.

A experiência com os óculos, que poderá ser testada quando a visitação nas unidades de conservação for retomada, permite a imersão mais completa, com movimentos com a cabeça para visualizar o passeio e visão em três dimensões.

Clique aqui para conferir o tour pela Gruta Rei do Mato em 360 graus.

Autor
A novidade é fruto de um projeto de mestrado do Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm). Desenvolvido pelo biólogo Wanderson Renato Silva de Jesus, mestre em biotecnologia e gestão da inovação, o projeto surgiu com a ideia de ampliar a visitação da unidade de conservação, especialmente para o público que possui alguma dificuldade de mobilidade, como cadeirantes e idosos, entre outros.

Na visita tradicional, o acesso a gruta se dá por 200 metros iniciais de caminhada e depois mais 220 metros em desnível, que conta com 131 degraus.

O diretor-geral do IEF, Antônio Malard, destacou a importância do projeto como iniciativa de inclusão social. “Este projeto é uma porta aberta a todas as pessoas, inclusive aquelas que possam ter alguma dificuldade para acesso. Ele se soma a uma iniciativa já bem sucedida no parques estaduais do Ibitipoca e Itacolomi, que são as cadeiras Julietti, adaptadas para pessoas com dificuldade de locomoção. Temos buscado ações para promover acessibilidade nas áreas de uso público das unidades de conservação”, afirmou.

Parcerias
O projeto contou com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e também da Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento (Faped). Os equipamentos adquiridos para o projeto foram doados à unidade de conservação.

A Gruta
O Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato faz parte da Rota Lund, composta também pelo Parque do Sumidouro, onde fica a Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa, e pelo Monumento Natural Estadual Peter Lund, onde está a Gruta de Maquiné, em Cordisburgo. A Gruta Rei do Mato possui formações espeleológicas de estalagmite e estalactite raras em todo o mundo. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!