Espanha amplia e fortalece medidas nacionais de isolamento social

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Espanha tem restringido ainda mais o deslocamento de pessoas e decidiu estender as medidas de isolamento no país inteiro até 9 de abril. O número de mortes causadas pelo coronavírus no território espanhol tem aumentado dramaticamente.

Em um discurso televisionado na noite de sábado (28), o premiê da Espanha, Pedro Sánchez, ordenou que todos os trabalhadores de setores que não são considerados absolutamente necessários para o funcionamento do país fiquem em casa a partir de segunda-feira (30).

Até sábado, o governo espanhol havia confirmado 72.248 infecções e 5.690 mortes após registrar mais de 800 casualidades desde sexta-feira. A Espanha é o segundo país com mais mortes causadas pelo coronavírus, atrás somente da Itália. Madri restringiu o deslocamento de pessoas em âmbito nacional desde 14 de março, mas cidadãos foram autorizados a sair de casa para trabalhar.

A partir de segunda, todas as pessoas que não trabalham em setores considerados essenciais, como em mercados com itens de uso diário, farmácias e bancos, estão proibidas de ir ao trabalho.

O número de pacientes infectados que estão em estado grave tem aumentado rapidamente, e hospitais têm enfrentado dificuldades para lidar com a demanda.

Segundo Sánchez, as novas medidas irão reduzir ainda mais o deslocamento de pessoas, diminuir o risco de contágio e mitigar a possibilidade de lotação de UTIs. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
Don`t copy text!