Mano vê Cruzeiro forte para as decisões das próximas semanas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Cruzeiro voltará a campo neste domingo para o primeiro clássico contra o América-MG, válido pela semifinal do Campeonato Mineiro.

O técnico Mano Menezes, ainda sem definir a escalação da equipe, falou sobre a evolução do Cruzeiro desde o início da pré-temporada, em janeiro, e mostrou como o time pode mudar de acordo com o adversário e as circunstâncias de cada partida.

“Você inicia a temporada mais devagar e vai ganhando ritmo. Nós ganhamos completividade, a intensidade melhorou, cada jogador está correndo 10km, 11km, quase todos eles. E agora são os jogos em que vence quem executar melhor, que tiver mais equilíbrio emocional, pois é mata-mata’, declarou.

“As características dos jogadores é que são fundamentais. Já jogamos 4-3-3, 4-2-3-1 e 4-4-2. Foi para sentir o desempenho dos jogadores com as mudanças. A tática do jogo, se vamos marcar mais à frente ou mais atrás, depende de cada jogo e do momento de cada jogo. O importante é a equipe estar treinada para fazer as variações de maneira a atender as necessidades de cada momento”, complementou.

Ainda sobre a equipe, Mano afirma que os jogadores chegaram ao momento decisivo da competição muito bem, conseguindo resultados expressivos, mas que não será assim daqui para frente, pois os adversários chegaram por méritos e o equilíbrio poderá prevalecer.

“Nosso time chegou bem a um momento importante da temporada. Goleadas são exceção, não podemos esquecer disso. Pode trazer, aumenta a autoconfiança, mas o treinador vai lá e põe uma pedrinha, lembra que a realidade do futebol não é assim. Melhoramos defensivamente, há 21 anos o Cruzeiro não ficava seis jogos sem sofrer gols. O time também está bem ofensivamente, contra o Deportivo Lara não goleou, mas criou”, revelou.

Sobre o adversário, Mano garante que o time se preparou bem para chegar as essas fases decisivas da competição regional. Segundo o treinador, o Cruzeiro vai para o Independência para buscar a vitória e que o resultado do jogo vai influenciar bastante a partida de volta, marcada para o Mineirão.

“Vamos enfrentar quem nos coube enfrentar e quem se sair melhor vai garantir a vaga. Você nunca sabe como será um jogo de futebol. O certo é que o primeiro jogo vai influenciar o segundo. O que ocorrer no Independência vai se completar no Mineirão. Mas temos boas experiências em mata-mata, ano passado foi assim. E vamos ao Independência para buscar a vitória, temos capacidade e vamos fazer isso. Se vamos conseguir é melhor esperar para ver. Estamos no caminho certo, mas futebol é futebol e temos de confirmar na hora que a onça bebe água. E agora é a hora de a onça beber água.”, disse o treinador. Com site do Cruzeiro

Don`t copy text!