Preso suspeito de atear fogo na casa onde estava a companheira em Nova Serrana

Uma investigação da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) levou à prisão de um homem, de 47 anos, suspeito de atear fogo na casa onde estava a companheira, de 29 anos, e os três filhos, de 7, 8 e 10 anos. O crime aconteceu no final do mês passado, na cidade de Nova Serrana, região Centro-Oeste do estado. Ele foi preso no dia 18 de outubro pela Polícia Militar, durante um patrulhamento.

No dia do crime, o suspeito teria chegado em casa embriagado e bastante alterado, dando início a uma discussão. Percebendo o estado do companheiro, a vítima teria se trancado no quarto do casal, juntamente com os três filhos. Pouco tempo depois, ela passou a ouvir barulho de móveis e vidros sendo quebrados e, quando abriu a porta do quarto para verificar a situação, percebeu que o suspeito havia colocado fogo na casa, e que o incêndio já tomava todo o imóvel. Em seguida, ela saiu correndo com os filhos em direção à porta da frente. Nesse momento, o companheiro teria surgido e atirado uma cortina em chamas contra ela e as crianças, na tentativa de impedi-los de sair. Logo depois, o suspeito fugiu pela janela.

A vítima atravessou novamente a casa em chamas, levando junto os filhos, e conseguiu sair pelos fundos da residência. O fogo destruiu completamente o imóvel, comprometendo até mesmo sua estrutura. A perícia técnica da Polícia Civil esteve no local, e o laudo confirmou que o incêndio foi provocado por um elemento inflamável.

Histórico de ameaças
De acordo com a delegada responsável pelo caso, Thaís Santos Duarte, “o suspeito possui um histórico de ameaças contra a vida da companheira, que já havia resultado em dois inquéritos policiais e três medidas protetivas. Além disso, ele atentou também contra a vida dos três filhos. Diante da gravidade dos fatos, representamos pela prisão dele, pedido que foi prontamente atendido pela Justiça”. A delegada reforça: “E mais uma vez gostaríamos de ressaltar a importância da denúncia, logo na primeira ameaça, para que situações como essa não se repitam. Felizmente, nesse caso, as vítimas encontram-se bem de saúde, apesar do medo e do trauma”.

O suspeito foi indiciado por feminicídio tentado, em relação à companheira, e homicídio tentado, em relação aos três filhos. Ele permanece preso, e se encontra à disposição da Justiça. Com informações da PCMG

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!