Exposição Estadual Agropecuária de Minas traz o projeto “Via Láctea Miniusina”

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Divulgação/Epamig

Produtores que trabalham com leite e interessados em conhecer o processo de beneficiamento do produto não podem perder o Projeto itinerante “Via Láctea Miniusina”, que estará presente na 57ª Exposição Estadual Agropecuária.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Coordenado pela Epamig, a Via Láctea vai apresentar o modelo de miniusina em funcionamento, os processos de produção de leite e derivados, além de apresentar as inovações tecnológicas ao setor lácteo. A exposição será realizada entre os dias 1 e 4 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte.

A Via Láctea permite o acompanhamento de todo o processo de beneficiamento do leite. Durante os dias de exposição será demonstrada desde a chegada do leite, passando pelos processos de pasteurização, fabricação de queijo frescal, mussarela, iogurte, bebida láctea até a realização de análises laboratoriais para o controle da qualidade dos produtos.

O acompanhamento dos processos dá uma ideia do funcionamento de uma indústria e seus equipamentos. A fabricação de produtos lácteos, em pequena escala, dentro dos padrões de qualidade é outro aspecto importante repassado ao público. Coordenadora do projeto Via Láctea, a pesquisadora da Epamig Luiza Albuquerque Carvalhais explica que a miniusina mostra aos visitantes que não é preciso investimentos muito altos para produzir laticínios.

“Com um pequeno espaço, dentro dos padrões de higiene e qualidade é possível agregar valor à produção leiteira e oferecer melhor qualidade de vida ao produtor, fixando o homem no campo” afirma.

Para apresentar as fases da cadeia produtiva, 200 litros de leite serão beneficiados por dia durante a exposição. Todos os produtos fabricados poderão ser degustados pelos visitantes. Os operadores da miniusina também prestarão informações sobre a produção, fornecedores de equipamentos, higienização, qualidade e outras dúvidas relativas ao processo.

Realização
A 57ª Exposição vai reunir cerca de 1.200 animais incluindo, além dos caprinos e ovinos, exemplares de bovinos das raças brahman, guzerá, nelore, senepol e sindi, búfalos e equídeos das raças árabe, campolina, jumento pêga, mangalarga marchador, pampa e pônei.

Desde março o Parque da Gameleira vem passando por obras de reformas e revitalização, que devem ser finalizadas ainda neste mês para receber a exposição.

Com recursos da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), na ordem de R$ 4,36 milhões, foram feitas pinturas de pavilhões e baias, construção de banheiros com acessibilidade para portadores de necessidades especiais e reconstrução de currais, dentre outras melhorias.

A exposição terá entrada gratuita e é uma realização do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), em parceria com as instituições vinculadas Emater-MG e Epamig e com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg).

Serviço:
57ª Exposição Estadual Agropecuária – Entrada Gratuita
Data: 1º a 4 de junho – de 8h às 21h
Local: Parque de Exposição da Gameleira – Av. Amazonas, 6020 – BH

Com Agência Minas

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!