Justiça proíbe governo federal de fazer campanha contra o isolamento social para combater o COVID-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A decisão é da juíza Laura Bastos de Carvalho da Justiça Federal do Rio de Janeiro. Em seu parecer a magistrada proíbe o governo federal de promover qualquer campanha contrária ao isolamento social proposto pelos especialistas em saúde para combater o novo coronavírus (COVID-19). A ação foi movida pelo Ministério Público Federal (MPF) argumentando que enfrentamos uma pandemia de COVID-19 e a campanha de retomada as atividades não tem amparo técnico.

Após esta decisão da Justiça Federal a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República divulgou nota neste sábado (28) em que informa que não há qualquer campanha publicitária ou peça oficial do órgão chamada O Brasil não Pode Parar.

Um vídeo que circula nas redes sociais e é atribuído à campanha sugere a retomada das atividades econômicas no país. De acordo com reportagens veiculadas na imprensa, a campanha teria custado R$ 48 milhões ao governo federal. Segundo a Secom, trata-se de fake news.

“Sendo assim, obviamente, não há qualquer gasto ou custo para a Secom, já que a campanha não existe”, diz o texto. Na sexta-feira (27), a secretaria já havia divulgado nota afirmando que o vídeo foi produzido em caráter experimental, “portanto, a custo zero e sem avaliação e aprovação da Secom”.

“A peça seria proposta inicial para possível uso nas redes sociais, que teria que passar pelo crivo do Governo. Não chegou a ser aprovada e tampouco veiculada em qualquer canal oficial do Governo Federal”, acrescenta o comunicado.

Apesar da negativa da Secom, na sexta-feira (27) foi veiculada pelo governo federal em sua conta no Instagram a campanha com slogan “O Brasil não pode parar”. A ação vai de encontro a proposta do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) de promover o isolamento social somente entre as pessoas idosas e outras pessoas do grupo de risco. Com informações da Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!