Seis mortos e um policial ficou ferido em operações no Rio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Seis pessoas morreram baleadas ontem (27) no Rio de Janeiro. Três operações da Polícia Militar (PM) deixaram um saldo de quatro suspeitos baleados e um policial ferido. Outras duas pessoas deram entrada no Hospital Getúlio Vargas, na zona norte, também baleadas, e morreram. As informações são da assessoria da PM e da assessoria da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com a PM, na parte da manhã, policiais da UPP Vila Cruzeiro foram atacados a tiros, na localidade conhecida como Merindiba, no Complexo da Penha. No confronto, um criminoso foi baleado e socorrido para o Hospital Estadual Getúlio Vargas. Ele estava em posse de uma pistola calibre 9mm.

À tarde, um PM de folga foi vítima de tentativa de roubo na Avenida Brasil, próximo ao Complexo da Maré. Ele reagiu e houve confronto. Uma equipe da Polícia Civil deu apoio. O policial militar foi atingido e socorrido para o Hospital Geral de Bonsucesso. Dois suspeitos baleados deram entrada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.

Nas comunidades Parada de Lucas e Vigário Geral, uma operação do Batalhão de Ações com Cães (BAC) gerou confronto com criminosos do local. Um criminoso foi encontrado ferido, portando um fuzil e drogas, sendo socorrido para o Hospital Getúlio Vargas. Uma pistola e um rádio transmissor foram apreendidos.

Embora a nota da PM se refira a quatro suspeitos baleados, a SES divulgou nota sobre seis atingidos por arma de fogo levados para o hospital, o que pode incluir vítimas de assaltos: “A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas informa que recebeu nesta terça-feira seis pacientes de disparo de arma de fogo. Apesar do atendimento realizado pela equipe médica da unidade, as vítimas vieram a óbito em decorrência de ferimentos graves”. Com Agência Brasil

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!