Parcela pendente dos servidores da área de segurança é paga no Rio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O governo do Rio de Janeiro vai pagar nesta quarta (28) R$ 20 milhões para servidores da área de Segurança do estado, referentes ao Sistema Integrado de Metas (SIM) que estavam pendentes. Ao todo, os pagamentos em atraso somam R$ 77,5 milhões. De acordo com o executivo fluminense, serão beneficiados 17.343 policiais civis, policiais militares e servidores do Instituto de Segurança Pública (ISP). O valor corresponde à primeira de quatro parcelas, referente ao segundo semestre de 2015, que serão depositadas sempre no fim de cada mês.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O governo do estado informou que os depósitos, com origem no tesouro estadual, serão feitos ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.

No início do mês, a Secretaria de Estado de Fazenda já tinha liberado R$ 22 milhões para pagamento de horas extras do Regime Adicional de Serviço (RAS) e do Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), também pendentes, a policiais militares e civis, além de agentes penitenciários.

No último dia 16, os 145.686 servidores ativos, inativos e pensionistas da Segurança, como policiais militares e civis, bombeiros e inspetores penitenciários, receberam os salários de janeiro com até 9,28% de aumento. Segundo a secretaria, por causa disso, o impacto na folha de pagamento de 2018 será de R$ 1 bilhão. O executivo informou que no acumulado de 2015 a 2018, os reajustes para os servidores da Segurança atingiram até 51,41%.

Os reajustes foram aprovados, pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), em 2014 e são pagos em cinco parcelas. A última está prevista para 2019. Os reajustes de 2018 e do próximo ano foram mantidos e estão previstos no Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!