Brasileira ganha bolsa da Fundação Latin GRAMMY

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Fundação Cultural Latin GRAMMY, vinculada à principal premiação da música latina, anunciou na última quinta-feira, 24, os vencedores do seu Programa de Subvenções de Pesquisa e Preservação. Entre eles está a brasileira Renata Amaral, formada em composição e regência e pós-graduanda em Performance pela Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Renata Amaral, da Maracá Produções Artísticas e Culturais, teve selecionado o projeto “Maracá Collection”, cuja proposta é preservar diferentes formatos digitais como 300 MD, 400 MiniDV, DVCam, DAT, VHS, áudio multipista, HDcam, FullHD e fotos digitais de milhares de gravações realizadas em 1991, de 100 comunidades, 56 municípios e 15 estados do Brasil de diversos gêneros musicais brasileiros. “Gêneros como o Bumba meu Boi, Tambor de Mina, Terecô, Caixa do Divino, Côco, Ciranda, Candomblé, Tambor de Crioula, entre outros, serão preservados no site da organização gratuitamente para o público em geral”, informa o press-release enviado pela Fundação.

Contrabaixista, Renata se apresenta no Brasil e Europa ao lado de artistas como A Barca, Ponto.br, Tião Carvalho, Sebastião Biano e Orquestra Popular do Recife. Pesquisadora, desde 1991 ela reúne um dos mais significativos acervos de tradições populares brasileiras, tendo produzido 30 CDs e 10 documentários de gêneros tradicionais, que receberam os prêmios Rodrigo Melo Franco de Andrade, do IPHAN (2012 e 2017), Rumos, do Itaú Cultural, Troféu Guarnicê, Prémio Cláudia, 23º Prémio da Musica Brasileira. Recebeu por duas vezes o prêmio Interações Estéticas, da Funarte, ao realizar residências artísticas no Maranhão e no Benin (país africano).

O programa que selecionou a profissional brasileira oferece subvenções para instituições musicais, organizações sem fins lucrativos, musicólogos e pesquisadores em todo o mundo que trabalham pelo aprimoramento e conservação do patrimônio da música latina. “Este ano, um grupo eclético de instituições e pesquisadores receberá esse apoio. As quatro subvenções, cada uma com um valor máximo de US$5 mil, apoiam diversas iniciativas: as Subvenções de Preservação financiam a catalogação e conservação da música latina e seus costumes singulares, as Subvenções de Pesquisa apoiam projetos com ênfase em pesquisa histórica e antropológica, bem como documentação das tradições e do folclore latino”, afirma Manolo Díaz, vice-presidente sênior da Fundação Cultural Latin GRAMMY. “Estamos orgulhosos em ajudar estes estudiosos a realizar projetos importantes e nobres para preservar e estudar as ricas e famosas tradições musicais latinas”, continua. Segundo Diaz, esses projetos não apenas ajudarão o público e o mercado a entender melhor os gêneros musicais tradicionais, mas também contribuirão para o avanço da cultura mundial.

Além de Renata, foram contemplados o venezuelano Víctor Márquez (projeto “Restauración de grabaciones de joropo tuyero 1917–1999”), a escritora e curadora de música espanhola Judy Cantor-Navas (projeto “Panart Records: Sello discográfico que capturó la música cubana y la trajo al mundo”), e Juan Díaz, da Corporação Universitária Reformada, na Colômbia, pelo projeto “Instrumentos musicales del caribe colombiano en vías de extinción”.

“Aqueles que receberão as subvenções foram selecionados dentre muitos candidatos de destaque por um comitê de especialistas da América Latina, da Península Ibérica e dos Estados Unidos”, informa o vice-presidente da Fundação Latin GRAMMY. Desde a sua criação em 2015 e até hoje, este programa concedeu mais de US$ 96 mil em subvenções para apoiar projetos. Com Portal Sucesso

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!